Páginas

domingo, 13 de novembro de 2011

Saudade dói (ou adolescência que não acaba nunca!!!!)

Hoje faz 1 semana que fui ao show do Pearl Jam, e desde então acordo e durmo pensando neles, e as músicas ficam na minha cabeça o tempo todo, literalmente, pois não paro de ouvir, seja no note, no celular ou no mp3. Lembro que da outra vez também fiquei exatamente assim, é que depois de viver uma noite de sonho, é realmente difícil voltar à realidade.



No dia que postei sobre o show, falei que não sabia como descrever tanta coisa boa, mas para isso existem os escritores consagrados, e ao ler a coluna da Martha Medeiros da Revista Domingo do Jornal o Globo, me deparei com um texto que ela descrevia como foi a ida dela ao Rock in Rio 1985, e vou transcrever um trecho aqui, porque é exatamente assim que me sinto, só não tenho o talento pra escrever desse jeito:

(...)"Poucas coisas são tão vibrantes quanto um show. Eu começo a transcender antes mesmo de atravessar os portões. Curto a aproximação coletiva, aquele povo se dirigindo para o mesmo lugar e com o mesmo propósito, como se estivesse peregrinando até uma igreja em busca de comunhão.

Apagam-se as luzes. Expectativa, ansiedade. Então surge no palco os donos da noite. Ao soar o primeiro acorde, viramos todos evangélicos, budistas, espiritualistas do rock.

Show é consagração. Os aplausos são mesuras e o assovio é o código sonoro da reverência. O público faz parte de um só corpo e de um só sangue. (...) Deixo aqui minha benção para todos os devotos da guitarra" (...)

(Martha Medeiros)



Beijosssssssssss

9 comentários:

Dany disse...

Micha, tô exatamente assim!!!
O pior é que eu tô tentando maneirar pra não virar uma chata. Afinal de contas, nem todo mundo estava lá pra saber o que sentimos. Só nós mesmos pra nos entendermos. No FB, só posto vídeos e lembranças do show. Todos devem estar me odiando! rs
E a saudade dói muito mesmo!!!!
Esses dias perguntei ao marido: vc acha que eles vão demorar mais seis anos pra voltar?
E ele, muito insensível, me respondeu: acho que eles não voltam mais.
Nem preciso dizer que fiquei de mal com ele e tudo. Fiquei brava de verdade.
Toda hora eu fecho os olhos e lembro de tudo aquilo.
Adorei o texto da Martha. Vou copiar, tá?

Luana disse...

Ei amiga,
essa sensação passa depois. rs
Vc tá com uma depressão pós show. Queria mais e não tem.

Não espalha, mas fiquei assim quando terminei de ler a saga Crepusculo.
Afffeee... não sabia o que fazer...

A Viajante de Dieta disse...

Ah... Ficar saudosa é tão bom também, eu até gosto pq é tão gostoso relembrar momentos que nos fizeram felizes... Felicidade e a junção de vários momentos felizes que passamos pela nossa vida como se fosse um jogo de Lego e no final de tudo poderemos olhar pra trás e dizer... É somos felizes!
Beijos

Lulu on the sky disse...

Eu fiquei assim por várias dias depois que eu fui ao show da Madonna. Sabe quando você fica na dúvida se era sonho ou realidade??? rsrs

A melhor parte é o começo do show, o coração vai até a boca e explode quando começa a primeira música.

Big Beijos

Bruxa do 203 disse...

Eu também demoro a me desligar dos shows que vou. Adoooro ver e ouvir ao vivo os meus cantores preferidos, não tem preço, é uma emoção única!

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Essa saudade é boa né? Recorde sempre que puder.
Faz bem ^^
Beijos

Gi disse...

Oieee muito bom esse sentimento ne quando gostamos de algo e mesmo assim que se sente, fiko feliz por você ter curtido tanto.
Beijosss tenha um maravilhoso dia

GÊ Uma Nova Mulher disse...

Oiii

Que legal ir a um show e ficar assim tão apaixonada...
Eu já passei por isso, e te entendo...

Beijos

yasmin disse...

deve ser chato se apaixonar num show ~