Páginas

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Foz do Iguaçú - dia 2 (parte 1): Parque das Aves

Logo na 2a. cedo fomos com a Loumar turismo para o Parque das Aves, que fica na Estrada das Cataratas, a 300m do Parque Nacional.



O Parque é limpo, bem conservado, os animais são bem tratados e estão em espaços amplos . Tem muitos funcionários ao longo de todo percurso e adorei ver isso. Tem uma trilha de cimento que a gente sai seguindo, caminhando a pé. A gente vê alguns viveiros com vários tipos de aves e tem outras que andam livremente pelas trilhas conosco.




Tem umas gaiolonas que a gente entra, sempre com duas portas de segurança para as aves não voarem para fora, e nós vemos tudo de pertinho. Na gaiola das araras tomei 3 rasantes, pois elas vão voando perto da gente. Eu que tenho medo de bichos, tomei um susto. hahahaha Mas é lindo de se ver. Vale super a pena.


Tem um borboletário e muitas flores ao longo de todo parque. Amei.




Lá tem uma estrutura bem legal, com lanchonete, bebedouros espalhados ao longo do parque e banheiros também. Segui as dicas que li nos blogs e da guia também, e fizemos o passeio primeiro, para depois ficar com o restante do dia para as cataratas brasileiras. Dá pra visitar o parque das aves em 2 horas, tranquilamente. Super vale a pena!



Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Foz do Iguaçú - dia 1: Pousada e Arredores

Mais uma viagem resolvida em cima da hora (5 dias antes de irmos) e, como sempre, apelei pros blogs e sites de viagem pra pesquisar passeios e decidir onde ficar hospedados em Foz do Iguaçú.



Fomos domingo, dia 23/07, e chegamos a noite no *Aeroporto de Foz, onde pegamos o traslado da **Loumar turismo e fomos pra ***Pousada El Shaddai, onde nos hospedamos.


Deixamos a mala e saímos para dar uma volta a pé pelas redondezas para comer. Comemos uma pizza deliciosa na Pizza Express e tomamos 2 chopps locais deliciosos: uma witbier (de trigo, que é o meu preferida) e outro de vinho.




* O aeroporto é muito pequeno e fofo, a gente desce do avião e vai andando para a área de desembarque, que só tem 3 esteiras para despacho das malas (também só tem 3 portões para vôo). E tinha uma estátua de cera da Amy Whinehouse exposta (do museu de cera que tem na cidade, que é o mesmo de Gramado - junto com os outros de carros e dinossauros).



Tinha um guichê de câmbio no aeroporto e aproveitei para comprar mais pesos (já que em Niterói consegui poucos) e o preço é bem melhor que na minha cidade. Vale a pena comprar por lá. Fica a dica para a próxima vez que voltarmos lá (sim, lá é lugar para ir mais de uma vez na vida).

** O traslado foi ótimo, só tinha nós 2 e mais um casal, que ficou num hotel bem próximo da nossa pousada. Recomendo demais (saiu R$50 por pessoa ida e volta). 

*** A pousada também é um hostel, só soubemos disso lá. Tinha uns  gringos que ficavam na piscina até tarde, conversando e isso era embaixo do nosso quarto. Como chegamos exaustos todos os dias e dormimos fácil, isso não foi problema para nós, mas para quem tem problema para dormir, não recomendo.



Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Autores preferidos: Jennifer Niven

Por lugares incríveis: Violet e Theodore Finn se conhecem na torre da Igreja da escola. Ambos foram lá para se suicidar e acabaram se salvando; apesar de estudarem na mesma escola, levam vidas diferentes (ou não tanto assim): ela é popular e tem pais amorosos e reocupados; ele é conhecido por 'aberração' e sua mãe é ocupada demais para saber o que se passa com o filho e o pai já tem outra família e tem um histórico de agressões contra ele. Um trabalho de geografia os une e juntos conhecem os atrações interessantes da cidade que moram e que os opostos se atraem. Linda história, fofa, tensa... Amei!

Sinopse: Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família. Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.



Juntando os pedaços: Após a morte da sua mãe, Lizzy se tornou a garota mais gorda dos EUA e precisou ser resgatada de casa pois não conseguia se locomover. Após uns anos, voltou a frequentar a escola e se tornou alvo de bullying por ainda ser muito gorda. Jack tem prosopagnogia (doença que o impede de reconhecer as pessoas, mesmo sua família) e ambos se conhecem quando ela dá um soco nele e eles foram parar na direção e são obrigados a cumprir uma espécie de medida socioeducativa escolar. Surge uma.amizade entre eles, que passam a se ajudar. Até que percebem que estão apaixonados. Livro teen (que eu amo), fofo e aborda os temas com muito cuidado e atenção. Jeniffer Niven é uma fofa e se.preocupa com seus leitores e todas essas questões.complicadas que na adolescência se tornam ainda piores. Adorei!

Sinopse: Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.


Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Livros Plus size

Duff: Bianca era o patinho feio e Wesley o bonitão desejado por todas as garotas da escola; eles não tinham nada em comum, até que a prof. de inglês os colocou para fazer um trabalho em dupla. Raiva, implicância e problemas familiares em comum os uniu. E virou amor. Adorei! Amo livros teen.

Sinopse: Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush - o cara bonito, rico e popular da escola - que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.

A próxima grande sensação: Kat pesa mais de 100kg e veste 50, mas tem um namorado virtual inglês, Nick, que pensa que ela veste 34 e tem a barriga chapada. Ela se inscreve num reality show 'Fat2fab' para emagrecer e ir encontrá-lo. Mas no programa acontece uma reviravolta e tudo muda. Adorei, super me identifiquei em vários e vários trechos.

Sinopse: Durante toda a vida, Kat Larson esperou por coisas: ligações que nunca aconteceram, caras que não apareceram, convites que teriam se perdido no correio. Porém, mais do que tudo isso, sempre esperou ser magra. Aos 27 anos, ela achava que nunca poderia ser feliz, a menos que perdesse alguns quilos. Muitos quilos. Nem seu chefe, para quem a segunda-feira dava o tom da semana inteira e, por isso, marcava uma reunião toda segunda às 8 horas em ponto, era capaz de tirar tanto seu humor quanto uma balança. Depois de ter feito todo tipo de dieta, Kat decide adotar uma estratégia mais ousada: entrar para From fat to fabulous, um novo reality show em que seis mulheres, todas tamanho 46 ou mais, lutam contra as saliências (e, principalmente, umas contra as outras). Dessa vez, era impossível não dar certo. Kat tinha uma motivação a mais - poder finalmente encontrar seu namorado virtual, que só a conhecia por foto... montagem. Confinada na Casa da Tentação, ela vai provar que não estava mentindo ao dizer, na fase de seleção, que, "para o bem ou para o mal, nunca haverá um momento de tédio quando eu estiver por perto". Prepare-se para conhecer Kat sem disfarces, a participante que todo produtor de reality show e, claro, todo espectador gostaria de ver.


Amor plus size: Maitê sofre bullying na escola por ser gorda e só tem 2 amigas, Valentina e Josie, que são do 2o. Ano. Seu único amigo, desde os 9 anos, e seu vizinho Isaac. Após ser fotografada por Isaac e depois de um trabalho em dupla com Alexandre, o maior gatinho da sua turma, a vida de Maitê dá uma reviravolta. Livro bem teen, do tipo que gosto.

Sinopse: Maitê Passos é uma garota linda, de dezessete anos e mais de cem quilos. Ela passou a infância e a adolescência sendo resumida ao peso. Mas e quando é justamente esse o fator que pode mudar completamente a sua vida? Em meio ao turbilhão do ensino médio, com uma mãe obcecada por dietas, um crush antigo por Alexandre, o cara mais gato da escola, e uma amizade deliciosa com Isaac, fotógrafo amador, Maitê vai descobrir que não precisa ser igual a todas as outras meninas para ser feliz. Neste romance corajoso e cheio de reviravoltas, Larissa Siriani narra a história de uma jovem descobrindo seu lugar no mundo, construindo uma jornada incrível de autoconhecimento, aceitação e empoderamento.



Poder extra G: Nina foi pra Buenos Aires curar um pé na bunda e conheceu o fofo do Nico e eles se apaixonaram de forma rápida e intensa. Ela logo foi acolhida pela mãe e pelo irmão dele, Noah. Mas nem tudo foi conta de fadas. Pra agitar tudo, apareceu Marco, ex de Nina; além do pai biológico dela e sua melhor amiga, Marcela, que foi para um entrevista de emprego. Livro divertido e com varias lições de amor próprio e amor ao próximo, livre de preconceitos. Também abordou o tema adoção e transtorno de identidade de gênero de forma simples encantadora. Adorei e super recomendo.

Sinopse: Empoderamento define. É por isso e a partir daí que a história de Nina — e de Nico, de Marcela e de Noah — existe. Nina não é uma mulher de tipos. E não apenas por causa dos seus noventa e dois quilos. Nina tem atitude e amor-próprio. Talvez não nessa ordem, mas quem se importa? Ao namorar Marco, ela achava que estava subindo mais um degrau rumo ao topo de sua autoestima. É claro que alguns sinais lhe alertavam do contrário, só que o ego pode ser bastante ensurdecedor quando nos convém. Depois de se dar conta da farsa que era o seu relacionamento, Nina deixa sua vida em São Paulo e parte rumo a Buenos Aires, para um mês regado a argentinos sedutores e muito doce de leite. Ela só não esperava que o país dos hermanos pudesse lhe trazer muito mais do que uns quilinhos extras.


Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα