Páginas

quinta-feira, 29 de março de 2007

Da carta


Da Carta



Como professora que sou, sempre recebo cartinhas dos meus alunos, que infelizmente, tenho que jogar fora depois de um tempo, ou não teria lugar para guardar tanto papel (a intenção e as belas palavras guardo no meu coração).

Pra não acharem que eu sou coração de pedra, eu recebo em média umas 20 cartinhas (ou mais) por semana. Imagina quanto não daria em um ano?

Mas na 2a. feira recebi uma que pretendo guardar por um bom tempo, não sei quanto ao certo. Quem sabe até as próximas férias, quando rola a faxina oficial no guarda-roupa?

Foi escrita por uma menininha linda de 8 anos apenas. O que impressiona é o tamanho da carta e as idéias dela. Muito fofa!!!

obs.: como tá muito pequena na imagem, vou reescrever aqui, pra quem quiser, poder ler.

"Tia Michelle, praticamente minha bonequinha.
Eu te amo mais do que você pode pensar. Você sabe que você é minha margarida, minha rosa.
Você é meu doce de chocolate e de morango, né?
Eu não sei sua vida, mas sei que você é feliz.
Imagino seu namorado alto, musculoso, magro, mas não tão magro. Branco, mas não tão branco como o João Vitor. Cabelo Castanho.
E você tem o cabelo da Roberta do Rebelde.
Com tudo em cima, a toda poderosa.
Uma princesa com vestidos deslumbrantes e jóias de ouro.
Você apareceu na minha vida e me fez feliz de novo.
Você é tudo pra mim.
Você me acolheu com todo seu amor.
Com todo seu carinho, quando eu estava triste.
Eu te amo de coração.
Você lembra desse verso?
Desde que te vi, nunca mais te esqueci.
Minha menininha.
Minha bonequinha.
Minha rosa de Saron.
Minha margarida.
Minha rosa vermelha.
Minha rosa branca.
Meu doce de morango
e meu doce de chocolate.
Meu coração".

É pra ficar feliz ou não é?

Obs.: Na hora de digitar, corrigi os erros sem querer, foi no automático, e decidi deixar assim pra facilitar a leitura de vocês.

Beijossssssssss

Nenhum comentário: