Páginas

domingo, 23 de abril de 2006

Viagem: Frade e Ilha Grande

Feriadão entre amigas


Viajei pra Frade (42 km depois de Angra dos Reis) com minha amiga Soraia (dos tempos da faculdade), pra casa das gêmeas Vivian (que ela conheceu no orkut) e Viviane. Foi tudo de bom!!! Nos divertimos muito. A viagem rendeu novas amizades, ótimas fotos (mais de 600) e muitas risadas.
Chegamos na 5ª. Feira de tardinha e ao anoitecer fomos passear no Condomínio Porto Frade, que é lindíssimo e chiquerérrimo (elas só tem acesso porque dão personal pra alguns moradores e aula de natação no clube). Caminhamos pela areia, soubemos de tudo do lugar e amamos.

6ª. acordamos cedinho e fomos pra Angra (o pai delas nos levava de carro pra todos os lugares, um amor) pegar a escuna rumo à Ilha Grande, que é um paraíso que eu fiquei mais que encantada. Depois de uma caminhada de 20 minutos fomos pra Praia Preta, que foi nossa praia particular (só tava nós 4 lá, imagina a farra). Ainda fomos até a cachoeira tomar banho de rio e andamos muito pela ilha.
A Ilha é tão grande, que é preciso ir lá umas 10 x para conhecer todas as praias e eu pretendo fazer isso, porque fiquei mais que apaixonada. A água é transparente, às vezes de um verde encantado, por vezes um azul de tirar o folego.
Na volta pra Angra estavámos só nós 4 na escuna (a maioria vai pra ficar o fim de semana todo na ilha), aí que a farra foi completa: tiramos centenas de fotos, fazendo caras e bocas e rindo muito (só tava o piloto e o ajudante, que ficavam olhando e rindo). Nessa volta, eu vi o pôr do sol mais foda de todos (fotos no buzznet).
Peguei cartão de pousadas, de passeio de escuna e tudo que tem direito, pois vou voltar lá com meu amor, de qualquer maneira.

Sábado voltamos ao condomínio, tomamos banho de piscina, depois fomos pra praia maravilhosa. Caminhamos no meio daquela maravilha, admirando as mansões (tinha casa do Ratinho, Ellen Jabour, Fernando Melligeni (vi a mãe e a irmã dele na praia), Ana Maria Braga e empresários), o campo de golfe e seus carrinhos transportando os jogadores, o rio que cruza o com condomínio e seus patos, as lanchas poderosas... Mas como tudo que é bom dura pouco, tivemos que vir embora.
Depois de muito passeio, nada como voltar pra casa e rever a família. Pena que Huguinho tá doentinho, com otite e febre, mas logo vai passar.
Só vou ver meu amor hoje: estou morrendo de saudade (ontem ele tinha um show pra ir no Circo Voador, que estava marcado com os amigos há tempos já).
obs.: Desculpa pelo post giga, mas não tinha como ser menor. E olha que deixei muita coisa de fora, porque tem coisa que não dá pra ser escrita e só vivida.

Beijosssssssssssssssss.

Nenhum comentário: