Páginas

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Os homens com quem não me casei VI

Os homens com quem não me casei IV

Image and video hosting by TinyPic Último capítulo da saga dos homens que fizeram parte da minha vida, contribuiram pra eu ser a pessoa que sou hoje.


Gay:


Image and video hosting by TinyPic Sim, namorei um gay. E foi MARA!!!! Nos conhecemos na internet, ele era vizinho da amiga-madrinha-cupida, e viramos amigos logo. Era fim do rolo com capoeirista e ele dava maior força pra mim. Sem falar que ele era lindo de doer, a cara do Gianechinni pra ser mais precisa.

Image and video hosting by TinyPic Uma noite ele apareceu aqui em casa de surpresa para me conhecer. Demos um volta na praia, sentamos na pracinha pra conversar. Rolou maior clima, ficamos abraçados, de mãos dadas e nada. Achei aquilo muito estranho. E logo percebi que ele era gay. Mas me encantei (carência é mesmo uma merda!!!) apesar de todos os amigos falarem que aquilo não ia dar em nada, porque ele não era chegado no babado.

Image and video hosting by TinyPic As visitas foram ficando mais frequentes. Aqui em casa todos estranhavam o interesse dele por mim e o cuidado. Até que numa dessas vezes de papos, abraços, ais dadas, rolou um beijo. E ele gostou da coisa!!! E ficamos. E namoramos. contrariando a natureza, a tudo e a todos. Por 6 meses, que pareciam 6 anos, de tanto que nos davámos bem (aliás, eu me dou bem com todo mundo, diga-se de passagem).

Image and video hosting by TinyPic Ele fazia planos de casar e ter filhos. E eu ia na onda. Só que ele tinha um grande defeito: era ciumento demais. E eu não sou! E isso o incomodava, pois para ele, era sinal de falta de amor. Nós saímos na rua e as meninas mechiam com ele, as mulheres viravam o pescoço. E ele achava que eu tinha que ficar p%&$, só que eu não ligava. Só falava:
- Você está comigo, isso que importa. Se olham pra você, só lamento. Você me escolheu e não a elas.

Image and video hosting by TinyPic Até que um dia, nessas crises de ciúme, terminamos. Aliás, ele terminou. Eu fiquei arrasada. Uma angústia sem fim, eu levava muita fé naquela relação. Ele continuava me ligando, continuamos a ficar por um tempo mais, mas nada de voltar. E ele falava: - Ainda vou casar com você e ter filhos.
E eu dizia:
- pra casar comigo, você tem que me namorar primeiro.
Mas nada de reatarmos o namoro. Até que surtei e falei pra ele não me procurar mais. O sofrimento aumentar mais assim. Eu Sofri. Chorei. Tanto que nem sei. Tudo que passei por você. Por você, Por você (por você - Roberto Carlos).

Image and video hosting by TinyPic Engraçado é quando as pessoas perguntavam por ele e eu falava que tinhámos terminado, aí me perguntavam:
- Ele é gay, né?
E eu respondia:
- Não sei. não posso reclamar de NADA!

Image and video hosting by TinyPic É o único que não tenho contato algum. Ele quis assim. E eu respeitei. Foi melhor pra mim também. A dor foi grande demais e a decepção também. Entrei numa fase desilusão total, peguei 2 poemas de desamor e coloquei no meu quadro de cortiça e lia todo dia. Até decorá-los. E fiz daqueles poemas minha filosofia de vida. Entrei numa fase de curtição total, zoação, bebidas, muitas ficadas e muitas doideiras. Foram quase 3 anos assim. Aí apareceu São Conrado, e me salvou. E senti uma febre danada, abriu minha porta fechada e o amor se rendeu, eu estava apaixonada, meu Deus... (Iluminada - Maria Bethânia). E o resto vocês já sabem.

Image and video hosting by TinyPic Um dos poemas era Teresa, de Manoel Bandeira. O outro esqueci. Conrado fez realmente um milagre.

"Teresa, se algum sujeito bancar o sentimental em cima de você
E te jurar uma paixão do tamanho de um bonde
Se ele chorar
Se ele ajoelhar
Se ele se rasgar todo
Não acredita não Teresa
É lágrima de cinema
É tapeação
Mentira
CAI FORA."




Image and video hosting by TinyPic Inacreditavelmente, hoje acordei com minha mãe me chamando e perguntando se eu não ia trabalhar. Eram 7h da manhã (horário que deveria estar em Caxias - longe pra caralho daqui). Ontem fiquei até tarde terminando diário pra não precisar ir 2a. feira, mas não teve jeito. Terei que ir. Nunca faltei por não acordar, independentemente da hora que durmo, pra ver o nivel de exaustão que me encontro. PQP 27x!!!! Preferi não ir, porque ia olhar pra cara de cu de frango da coordenadora (em todo trabalho tem pepino e pessoas chatas, mas tem saber levar...reclamar não conserta as coisas e pessoas) e pegar as 3 horas e meia de engarrafamento na volta (toda 6a. feira eu passo por isso, e não reclamo, não. Mas hoje, simplesmente não estava a fim).

Image and video hosting by TinyPic A apresentação da monografia ontem foi tranquila. Graças a Deus deu tudo certo e foi mais uma etapa vencida na minha vida, pelo meu próprio esforço, única e exclusivamente. Um peso a menos nas costas. Agora posso só pensar no casamento, finalmente, há 1 semana dele.

Image hosted by TinyPic.com Beijosssssss

Um comentário:

Carina disse...

Mas AMEI o seu blog e os detalhezinhos dos posts!! Posso linkar o seu blog?
Beijos!