Páginas

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

os homens com quem não me casei V

Os homens com quem não me casei V

Image and video hosting by TinyPic Mais um capítulo da saga. Esse tive que preparar hoje e acho que fiquei meio perdida:


Universitário:


Image and video hosting by TinyPic Entrei pra faculdade em 1996 e em 1997 universitário foi parar no meu período (ele era 1 ou 2 períodos antes - não me lembro certo agora - mas trancou a faculdade para servir o exército). Era doidinho das idéias e logos viramos amigos e formamos um quinteto fantástico, junto com minhas amigas irmãs inseparáveis até hoje e um outro amigo, que só tenho contato via orkut agora.

Image and video hosting by TinyPic Fazíamos todas as disciplinas juntos e a amizade logo cresceu e o nosso interesse um pelo outro também. Foi tudo bem rápido, ficamos e começamos a namorar. O namoro durou quase 2 anos e ele terminou comigo via telefone (aqui se faz, aqui se paga - lembra do kickboxer?) em pleno dia 31/12. Não mudei meus planos e lá fui eu passar o Reveillon com minhas amigas em Copacabana, mas aquela agonia no peito ficou.

Image and video hosting by TinyPic Vieram as férias e perdemos um pouco o contato, mas com a volta às aulas, foi horrível, vê-lo bem e eu só fazia chorar. Foi um fim de namoro muito sofrido, mas depois nos entendemos de novo e voltamos a ficar esporadicamente, mas vi que não ia adiante e aquilo ali foi morrendo. Foi bom pra diminuir o sofrimento.

Image and video hosting by TinyPic Atualmente ele mora na Inglaterra, é casado e tem um filhinho fofo. Depois de alguns anos sem nos ver, ele veio nos visitar esse ano. Está bem e feliz.

Capoeirista

Image and video hosting by TinyPic Foi o caso mais complicado de todos. Ele treinava em outro lugar e já trocavámos olhares. Até que um dia ele apareceu pra treinar lá na academia. Não demorou pra acender aquela chama. Trocamos telefones, ele me ligada TODO dia e conversávamos muito. Até que um dia marcamos de sair pra dançar (com minhas amigas de faculdade juntas) e foi mara demais. Na academia ninguém sabia. Aí veio a bomba: Ele era casado. Aliás, estava se separando (NUNCA caiam nesse papo) e eu envolvida e apaixonada até o último fio de cabelo, fui acreditando e ficando com ele. E esse rolo durou 2 anos.

Image and video hosting by TinyPic Nos davámos muito bem, em tudo, juntos, era só diversão. Mas, nos conhecemos tarde demais. Foram muitas risadas e muitas tristezas. Muitos sorrisos e muitas lágrimas. Muita angústia e aflição. Muita culpa (eu achava aquela situação erradissima) e agonia (e o medo de meus pais saberem e decepcioná-los?). Ele queria que eu fosse morar com ele. Eu não aceitaria entrar nesse rolo por nada no mundo. Apesar de gostar demais dele, prezo muito família e dava força pra ele ficar com a esposa, eles tinham filhos e ele não podia largar a casa. Ele só enrolava. Mas era tudo de bom ao mesmo tempo.

Image and video hosting by TinyPic Fui ficando com outros, tentando esquecê-lo. Ele sabia, ficava p¨%$ da vida, mas não podia cobrar nada. E assim fomos nos afastando. Pedia muito a Deus pra me dar força pra me livrar daquilo ali. E assim foi. Nos afastamos. Um dia, anos depois, a esposa dele conversou comigo, e se desculpou por não falar comigo antes, se tivesse sido antipática e tal, mas que ela gosta de mim também. Muito doido isso, né? Falei que não precisava se desculpar, que era coisa do passado e tinha ficado tudo pra trás. Sabe que ela realmente simpatiza comigo? E a recíproca é verdadeira.

Image and video hosting by TinyPic Ele me ligou há umas semanas atrás, quando soube que eu ia me casar. Está super bem, não treina mais aqui, se mudou pro Rio, os filhos já estão com 11 anos e 9, respectivamente (como o tempo voa) e eu tenho maior carinho por eles. Está na Igreja e muito bem com a esposa. Graças a Deus.



Image hosted by TinyPic.com Essa semana foi pauleira total. Meu pai operou o coração na 2a. feira (angio coronária e colocou 4 stents) e fiquei muito tensa e passei a semana por conta disso. Saí cedo do trabalho na 2a. para acompanhá-lo e só voltei pra casa às 21h, quando ele já tinha saído da cirurgia e estava bem. Ele foi pra UTI e ficou lá até hoje (por falta de vaga em quarto, vê se pode? - em pleno Hospital das Clínicas de Niterói).

Image hosted by TinyPic.com 3a. fui visitá-lo pronta pra dormir lá, mas como ele não foi pro quarto, não pude ficar. Deixei celular dele com ele para nos comunicarmos. 4a. feira voltei, decidida a ficar. E assim fiz. Quando terminou o horário da visita da UTI(que é de apenas 1 hora) e não tinha vaga pra ele ir pro quarto, falei que ia ficar lá até a hora de visita de quarto terminar. Fiquei a tarde toda lá vendo TV com ele (pelo menos era dividido por "quartos" e tinha tv) e às 20h minha irmã conseguiu ir vê-lo após o trabalho e só fomos embora às 21h, deixamos ele vendo tv e pronto pra ver o jogo do Flu que ele tanto ama.

Image hosted by TinyPic.com 5a. de manhã, umas 10h30, ele me ligou pra falar que teve alta, me arrumei em segundos e saí correndo rumo ao hospital. Com toda burocracia, saímos do hospital às 12h. Uma prima foi nos buscar com o marido de carro e o levamos pra casa da minha avó, onde ele vai ficar até 2a. feira. Fiquei a tarde lá com ele e depois tive que vir embora. Acho que só vou poder vê-lo no domingo ou 3a. feira mesmo (vamos sair pra resolver coisas pendentes de plano de saúde e tal - dar entrada no ressarcimento da anestesia!). Estou muito feliz e aliviada que meu paizinho está bem. Agora sim, estou sossegada e vou começar a pensar no casamento de novo.

Image hosted by TinyPic.com Faltam 14 dias!!!

Image hosted by TinyPic.com Acabei de ver "Por toda minha vida" sobre Raul Seixas, o querido e saudoso Raulzito que tanto amo. Foi foda demais. Amei "conhecer" a filha dele, Vivian. Linda demais. E a música que ele fez pra ela e eu não conhecia: água viva. Linda de viver!!! Mais uma pra pasta dele no meu mp3.

Image hosted by TinyPic.com Beijosssssss

Um comentário:

melissà disse...

O noivo não tem ciúme dos homens com quem você não se casou? =B