Páginas

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Livros: Maio

Esse mês separei as postagens, pois entreguei minha dissertação do Mestrado e fiquei um pouco mais livre e a quantidade de livros e filmes aumentou consideravelmente, pro post não ficar muito extenso, separei as duas.




A namorada do meu amigo: já tinha lido um livro desta autora e amado. Adoro livros adolescentes, acho fofo. Leitura gostosa, agradável.

Sinopse: A namorada do meu amigo - Quando voltou das férias de verão, Cadu não imaginava a confusão em que a sua vida se transformaria. Era para ser um ano normal, mas ele entrou em uma enrascada e está correndo o risco de perder a amizade do cara mais legal do mundo. O que fazer quando a namorada do seu amigo vira uma obsessão para você? Os churrascos da turma da faculdade talvez ajudem a esquecer Juliana, e, se depender do esforço do divertido Caveira, não faltarão garotas gente boa para preencher o coração de Cadu. Mas não adianta forçar... Quem consegue mandar no coração? Alice, a irmã de Beto, é só mais uma das dores de cabeça que Cadu tem que enfrentar. A vida inventa cada cilada!




Os assassinos do cartão postal: o tipo de suspense que curto, dinâmico, com muitas mortes e estória inteligente, diferente. Curti muito.


Sinopse: Os Assassinos do Cartão-Postal - Uma viagem para conhecer as mais belas cidades da Europa é o sonho de qualquer pessoa. Porém, o detetive da NYPD Jacob Kanon não está interessado nos pontos turísticos. Após receber a notícia do brutal assassinato de sua filha e namorado, mortos em Roma, Kanon viaja para o Velho Continente para tentar juntar pistas sobre o crime que mudou sua vida. E a onda de assassinatos está só começando: jovens casais são encontrados mortos em Paris, Copenhague, Berlim e Estolcomo. Os crimes parecem não estar conectados, com exceção de um cartão-postal enviado para o jornal local da cidade de cada nova vítima. Quando a repórter sueca Dessie Larsson recebe um postal, Kanon junta forças com a jornalista e partem para o novo destino para tentar capturar o serial killer.


Memórias de um legionário: Devorei o livro, é divino, maravilhoso, é emocionante, revivi minha infância e adolescência junto com a cronologia da Legião. Me levou de volta ao bairro que nasci e cresci, os amigos da época, as paqueras, a escola, a vida...tudo embalado ao som da Legião. Comecei chorando já no 1o. capítulo (ele já começa com a morte do Renato Russo) e no último foi a mesma coisa (a gravação do álbum A Tempestade) lembrei de tudo, que eu tava na faculdade, que comprei quando o Renato já havia falecido e lembro quando ouvi percebi que foi um disco de despedida dele, o fim da banda. Ai eu choro de novo ao escrever. Quase 20 anos se passaram e eu não curo disso, "...é só você que tem a cura pro meu vício dessa saudade de tudo que eu ainda não vi..."

Sinopse: Trinta anos após o lançamento do seu primeiro disco, a lendária banda Legião Urbana tem a sua história e seus bastidores pela primeira vez contada por um de seus integrantes, o guitarrista Dado Villa-Lobos, também compositor e produtor. 'Memórias de um legionário' é tudo aquilo que um fã ou mesmo um apreciador de biografias sonharia em encontrar em um livro. Relembrando a sua própria trajetória como o guitarrista da banda que, mesmo após 15 anos do seu final, ainda era a terceira que mais vendia discos da gravadora EMI no mundo, Dado, juntamente com os historiadores Felipe Demier e Romulo Mattos, dá detalhes instigantes. Ele, que ingressou na Legião Urbana em 1983, convidado por Renato Russo e Marcelo Bonfá, recorda, por exemplo, shows em que o público se rebelava e criava um caos, jogando pequenas bombas no palco. Para garantir a identidade e sinergia com os fãs e com a história da banda, a capa do livro foi criada pela mesma designer que produzia as capas dos discos da Legião Urbana, Maria Fernanda Villa-Lobos. Vale a pena ler e esmiuçar, através de seu guitarrista, a história dessa banda de trajetória intensa e genial, que, apesar de ter encerrado suas atividades em 1996, continua cultuada e venerada por fãs de diferentes gerações e é considerada a melhor banda brasileira de todos os tempos.

Uma chance para recomeçar: livro mega fofo, daqueles que você pega para ler e devora. Estória leve, gostosa de ler. Recomendo!

Sinopse: Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele desconfia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe.



Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα 

6 comentários:

Fernando Nery disse...

O último livro parece ser o mais emocionante!

Karina disse...

Oi Micha!

Anotei todos na minha lista...

Beijos

Cantinho da Fabi disse...

ADMIRO SEU HOBBY POR LEITURA . PARABÉNS . BEIJOS QUERIDA !

Andreia B. disse...

Parecem excelentes! to precisando seguir seu exemplo!

Ana C. disse...

Oi Micha,
Johnny e June é realmente muito bom, a trilha sonora do Johnny Cash já carrega o filme todo e juntando com a atuação do Joaquin Phoenix, foi maravilhoso, só não dei 5 estrelas porque o filme suavizou e romantizou muito o motivo pelo qual ele era chamado de "o homem de preto". *-*
Sou suspeita falando sobre filmes e sobre esse projeto, de fato todas as vezes que o sigo, me faz muito bem, fora que tenho uma lista de filmes pra ver que mais cresce que diminui então é uma forma que encontrei de fazer essa lista diminuir um pouco!haha
Ahhh adorei as dicas de livro, gosto sempre de intercalar uma leitura densa com alguma mais suave, agora "A namorada do meu amigo" entrou pra minha lista de livros suaves. hehehe
Beijo beijo

Luana Rodrigo disse...

nossa adorei as dicas!!!
me deu vontade de ler todos!!!!
beijos