Páginas

quinta-feira, 19 de março de 2015

Chile - Particularidades

Resolvi fazer um post extra pra deixar registrado algumas dicas e particularidades da capital chilena. Quando viajamos, gostamos de ver o cotidiano dos moradores, por isso sempre gostamos de andar de metrô, ônibus, conhecer os costumes locais.

1 - Imigração: para ia ao Chile basta carteira de identidade, não é necessário visto, nem ter passaporte. No avião recebemos esse formulário para preencher e ao desembarcar entregamos na imigração e ficamos o menor para carregar como nossa autorização de permanência no país.




2 -  Dinheiro: acostumar com o bando de zero é algo engraçado.

Preciso dizer que me apaixonei pela de 2000? Roxinha!!!

3 - Metrô: super rápido, limpo, eficiente. Geralmente viajamos em pé, já que é um transporte muito utilizado pelos moradores, mas sem estar lotado igual aqui no RJ. Em horário de rush vai cheio, mas não insuportável. E as estações são lindas, tirei foto em várias. Amei mesmo!

Linha 1: a linha que pegávamos todos os dias

Estación Los Leones: nosso ponto de partida e chegada
(ficava a poucos metros do hotel)

Estación Quinta Normal

 Estación Santa Lucía

4 - Bip: é um cartão que vende em diversos pontos, compramos o nosso guichê do metrô, e coloca-se o quanto quiser em créditos, para usar tanto no metrô quando nos ônibus. Super prático. Nós só usamos no metrô, pois não chegamos a andar de ônibus por lá.




5 - Mote con huesillos: bebida típica, tem uma barraquinha em cada esquina e marido viciou. Eu gostei, mas achei um pouco doce, então tomava sempre o menor, mas amei demais os grãozinhos de trigo no final. Delícia! Vale a pena provar!



6 - Manjar: o famoso doce de leite é conhecido lá como manjar. E tem cada de manjar. Eu que sou louca por doce de leite sou até suspeita de falar, mas o que mais sinto falta é essa duplinha aí: leite com manjar, que tomamos todos os dias no café da manhã e o chandelle de manjar, que era toda noite ao chegar. Ai ai!!!!




7 - Guloseimas: tudo delicioso. Nos entregamos a comilância de guloseimas sem culpa, mas andamos tanto também, que consegui voltar com o mesmo peso que fui. Nem um grama a mais e nenhum a menos.


Nossos favoritos, tem em qualquer mercado

8 - Parques e praças lindos e bem cuidados: Santiago tem muitos parques públicos, com muita área verde, super bem cuidados, onde as pessoas vão, sentam-se na grama, ficam conversando. Muito bacana.

 Parque Metropolitano
Cerro Santa Lucía

 Parque O'Higgins


 Parque Araucano


 Los Dominicos
Parque de las Esculturas

9 - Cervejas importadas: bem mais baratas que no Brasil, marido pirou e todo dia eram algumas diferentes. Também provamos as chilenas (Escudo, Austral e Becker) que são gostosas também. Eu curti bastante a escudo e a , que marido achou bem comum. Mas eu curto as menos encorpadas.


Marido escolhendo cervejas no Jumbo


10 - Lojas: tem umas lojas que têm em tudo quanto é canto e onde for vai encontrá-las e valem a visita, tais como Paris (multimarcas que vende de roupas à eletrônicos), Falabella (essa conheci na Argentina, e tinha uma imensa ao lado do nosso hotel. É uma multimarcas que vende de roupas à eletrônicos também), Casa Ideas (aqui pirei pois queria levar tudo, mas não podia quase nada por ter que levar no avião e tal, tudo muito lindo e com preço ótimo), Morph (essa também conheci na Argentina e pirei. Dessa vez comprei poucas coisas nela, só canetas para carregar na bolsa e espremedor de limão que estamos usando bastante) e Jumbo (um mercado que também conheci na Argentina, e tem cara de multimarcas, tem de tudo mesmo e é ótimo para comprar bebidas, guloseimas, livros, roupas...)


 Casa e Ideas
Morph


Mercado Jumbo

11 - Cidade limpa, livre de pichações: foi outra coisa que me chamou atenção demais. No centro do RJ tem uns prédios lindos demais também, mas as pichações, neles ou ao redor, tiram a beleza, e só me dei conta ao ver os de Santiago limpíssimos. Vimos algumas pichações, sim, muito poucas, coisa rara mesmo, e mais para periferia, bairros mais afastados.




12 - Flores: quem me conhece sabe o quanto sou apaixonada por flores, e o Chile tem flores em todos os cantos e acho que eu tenho mais fotos de flores do que de qualquer outra coisa de lá.








13 - Pessoas sentadas/deitadas nas praças: em qualquer canteiro central, praças e parques, é comum ver pessoas sentadas ou deitadas lendo, descansando, conversando, pegando uma sombrinha ou um sol. Impressionante. Muitas com laptops, daí da para ver a segurança da cidade. Muito bacana.

Na foto acima, Parque de las esculturas
Abaixo, Los Dominicos

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

5 comentários:

Rafael disse...

Quanta dica legal! Certamente a melhor forma de conhecer um país é se integrar à cultura local e tentar viver como se morasse lá, mas aproveitando o novo. :D

Andreia B. disse...

Adoreiiii!
Quero ainda ter o privilégio de conhecer o chile!

Boa semana!

Luana Rodrigo disse...

essas dicas são bem importante para quem quer ir viajar para o chile!
adorei!!!!
beijos amada

Cantinho da Fabi disse...

Post show .... saudades do Chile ... Beijos

Claudia disse...

Muito legal o seu post sobre o Chile. Tenho muita vontade de conhecer lá, mas não sei se ir com criança é uma boa... Mas um dia sei que vou conhecer! Bjo