Páginas

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Deve-se negar um pedido de ser madrinha?

e é certo ou não, não sei, mas já neguei. E com o passar dos anos, vi que acertei em não ter aceitado. Não tenho o menor contato com a mãe mais (ainda bem!!!!), que é juntada com um colega de capoeira (nem o convidei pro meu casamento, porque não queria ela lá, tipo de pessoa invejosa). Nem lembro o que disse ao certo, com certeza fui educada, mas fiz bem.

Digo isso porque ontem ao chegarmos do almoço (eu, mom e Hugo saímos pra comer num PF da esquina) estava aqui um afilhado da minha mãe, que ela vê muito raramente, com o pai, pediram pra ela tirar medida do menino pra um pierrot. E minha mãe muito sagazmente perguntou: -ué, porque a costureira mesmo não tirou? E o pai falou: -você que vai fazer! E minha mãe: -Eu não!!!! Estou tão pegada de trabalho (ela faz fantasia pra Escola de Samba Porto da Pedra) que cheguei da rua onde fui comer, por falta de tempo de cozinhar. Aí, eles se tocaram e foram embora. Totamelmente sem noção. Só de ver a quantidade de trabalho pela sala, já era pra ter ido.

Fiquei rindo do acontecido e falei: - Viu, porque não se deve aceitar todo e qualquer pedido de apadrinhamento? (meu pai então não vê o menino há uns 12 anos).

Meu pai também tem uma afilhada que só ia lá em casa (em SG ainda) pra pedir: roupa, material escolar, bicicleta, presente de Natal. E papai dava tudo. Até que um dia ela apareceu e meu pai peguntou: - Como está na escola? Ao que ela respondeu: - Parei de estudar, tô grávida!!!! E depois apareceu lá pra pedir carrinho de bebê e berço. Nem lembro se meu pai deu ou não. Mas acho que foi a última vez que a vimos. Isso deve ter, no mínimo, uns 20 anos.

Afilhado: s.m. Aquele de que se é padrinho.
Fig. Protegido, favorecido.

Fonte: http://www.dicionariodoaurelio.com/

Image hosted by TinyPic.com E meu afilhado é meu protegido, meu favorecido, minha alegria, minha vida, meu tudo. Meu grande amor. Aquele me fez conhecer o que é sentir um amor materno, antes mesmo de sonhar em engravidar.

Image hosted by TinyPic.com Quando ele soube que íamos morar no mesmo quintal depois de casados, ele pulou no pescoço e me deu um abraço mais gostoso do mundo, que só ele dá e falou:
- Ainda bem, eu pensei que quando casasse tivesse que ir morar longe.
E a nossa visita mais constante, e sempre pergunta:
- Dinda, o que você fez pra comer? Vou aí comer, tá?


Image hosted by TinyPic.com E ontem peguei algumas poucas fotos oficiais que a fotógrafa finalmente colocou no orkut dela (não vejo a hora de chegar o cd com todas pra escolha do álbum) e me inspirei pra colocar nesses quickpages. Porque se eu não fiquei nem um pouco nervosa no grande dia, devo a ele. Que passou o dia todo comigo, me divertindo muito. E lembro que achei muito fofo quando ele falou assim:

- Dinda, ainda bem que eu sou durão, senão eu ia chorar na hora de entrar na Igreja.
- Por que, meu filho?
- Ah, dinda, porque é seu casamento com o tio Conrado, né?

Existe coisa mais linda que isso?

obs.: Ontem vi Johnny e June (walk the line) pela milésima vez (passou no telecine pipoca) e é impressionante como ainda me emociono e vibro. Amoooooooo!!!!!!!! É a história de amor mais linda do mundooooooooo!!!!

Image hosted by TinyPic.com Beijossssss

22 comentários:

Casamento feliz disse...

Esses dias estava pensando nisso , temos um casal que fomos padrinhos mais perdemos o contato totalmente , isso não é muito legal da nossa parte , mais são coisas da vida . Ela era ex namorada do irmão do Ale e acho que ela nos chamou para chocar um pouco sabe , não dissemos não , mais nao temos contato hoje e isso é bem chato mesmo

Hugo está lindão nas fotos , ele é bem fotogenico e espontaneo nas fotos né??

vc tb está lindona Mi

Beijos

Michelle disse...

ai ai...não tenho afilhados, e isso é um pouco frustrante pra mim!!!

Mas tenho duas sobrinhas lindas...e tenho certeza que só vou sentir alegria/emoção maior que no dia do nascimento delas o dia que nascer meu próprio filho!!!

Qdo minha irmã chamou outras pessoas para serem padrinhos das meninas fiquei meio chateada, mas depois pensei, não vou deixar de fazer nada que eu queira só pq não sou a madrinha e não poderei fazer mais nada do que faço por ser madrinha, pq já faço tudo que posso por elas...então isso me consola!!!

Além de ter a certeza que nunca vou perder contato com elas...vou sempre ter uma participação importante na vida delas!!!

Parabéns pelo seu afilhado....Beijos

Aline disse...

Nossa, você tem toda razão.
Algumas pessoas são totalmente sem noção!!!
Até hoje só fui convidada para ser madrinha de crisma, mas por uma menina fofa, que é enteada do meu irmão. E sempre gostei muito dela. Claro que aceitei, e ela nunca me pediu nada. Até fica sem graça quando dou algum presente.
Agora, se vier algum convite de alguém que não conheço direito ou que não tenho muita afinidade, também vou negar!!!
Beijos!

Sabrina Mix disse...

Oi, Micha!

Ói nóis aqui! Ontem descobri que seu blog agora tem feeds mesmo. Tô seguindo, sem dúvida! Adoooro você. Você sabe, né?! Mas não custa repetir: A-D-O-R-O!!!

Bom, eu ainda não tenho nenhum afilhado. Na verdade, meu sonho é ter uma afilhada pra eu poder "estragar" ela todinha com presentes, brinquedos, comidas super calóricas (de vez em quando pode, né?!), viagens e tudo o mais. Mas só quero uma ou duas, no máximo. Que não sou de ferro, né?!

Ah, se vier um menino também será bem-vindo, mas acho que seria muito mais pirada em uma menininha. Já imagina a Paty! hehehe...

Beijos e sucesso!!!

MEU BLOG: http://www.sabrinamix.com

Dany disse...

Micha, o que vejo de gente escolher padrinho/madrinha só pq tem uma condição financeira melhorzinha....
Isso me irrita!!!!

Vc fez bem! Nós tb já negamos pedido p/ ser padrinhos de casamento... Educadamente, claro...

Grazi disse...

Mi, concordo em gênero, número e grau!! Acho isso muito sério tbm!

Bjs

disse...

Concordo com vc Micha.Eu sou madrinha do meu sobrinho mais velho.Ele é tudo de bom na minha vida,super carinhoso.Hoje ele já é um rapaz lindo de viver.Como vc mesma fala ele é meu sobrinho espetáculo.Foi emocionante qdo ele nasceu e minha irmã me chamou no quarto para me convidar para ser a dinda dele.Estão linda as fotos do Hugo.Bjus

Andrea Aoki disse...

Oi Mi, mas é verdade né?
Eu acabei de ganhar meu primeiro afilhadinho, que é meu sobrinho, aí não tem como dizer não né?
S2 Meu japinha de olhos azuis, ele ainda é um baby, mas não vejo a hora que cresça pra me "encher o saco" desse jeito igual ao seu, rsrs
Bjusssssssssssss

Danuza disse...

Graças a Deus Micha não sou madrinha de nada nem de ninguem,afff.... é claro que tem as pessoas q vc faz questão, mas tem outra q é melhor nem comentar...
Lindo o o post de hoje do Hugo viu, a foto vc de noiva e ele nessa pose, merece porta retrato lindo...bjocas

Noivinha Andie disse...

Lindo seu afilhado!

beijos!!!

Morena disse...

Amiga quaseeeeeee chorei com seu post!!!!
É realmente lindooo seu amor com o Hugo! E certamente tudo q ele é hoje é por sua causa tbm!!!

Beijos saltitantes
Boa semana

Vanessa disse...

Realmente, minha mãe tem um afilhado que ele não vê há uns anos. E olha que não mora longe...
Eu, fui agraciada com o apadrinhamento de um bebê, priminho do Marcio. Espero nunca perder contato com ele. Farei de tudo, pelo menos...
Você e Hugo são cumplices, são amigos, amores... tudo de lindo!
Ah, suas fotos estão lindas!!!
Beijooooooooos

disse...

Eu sou louca de vontade de ser madrinha, até agora ainda não fui contemplada, mas tenho certeza que vai ser mágico!
e o seu afilhado, realmente é encantador!
As fotos ficaram lindas em P&B!
Bjs

melissà disse...

QUE LINDO ISSO!!! AMEI :)

Grace Olsson disse...

as fotos ficaram lindas.bjs e dias felizes

O afilhado vai ficar ciumento quando vc tiver o primeiro baby

Chris Pessoa disse...

Micha, você fez certíssimo! Ser padrinho/madrinha de quem não se tem muito contato não tem o menor sentido. Só pra dar presente? Não é para isso que os padrinhos/madrinhas servem.
Ser afilhado é lindo! E as fotos do seu casamento também.
Bjos!

Alice Voll disse...

Eu nunca rejeitei mesmo pq nunca me convidaram, insiajnsa, mas se eu não sentisse vontade ou algo especial pela pessoa, eu tb rejeitaria!
Mas eu já me arrependi de quem eu pedi pra ser minha madrinha, mas...

Thaís disse...

Oieeee !!!! Concordo totalmente com você !!!! Tenho um afilhado e AMOOOO ele de paixão e sempre estou por perto !!!!

Tbém estou adorando está coisa de arrumar casa, fazer janta...rs bjsss

Musa disse...

Eu fiquei arrepiada com o comentário do seu afilhado! Que gracinha. O seu amor por ele é totalmente recíproco, e isso é ótimo! Vc ainda de quebra treina pra ser mãe. hehehe

Não trabalho em banco, depois te escrevo em pvt onde é. Mas o problema não é a empresa e sim o setor. Um saaaco!

Ah, vi suas 1001 coisas a serem realizadas e me convido a ser um dos conhecidos da blogosfera. hehe

Bjos!

Lobo disse...

Nossa querida, que bom que você gostou do meu Blog! =D

Que bom que não me achou um doido com toda essa história de lobo, pêlos e etc!

Gostei do seu Blog, você gosta de fotografia? Comecei a fotografar ano passado quando comprei minha câmera, é um ótimo hobby!

Um beijão!

Roberta disse...

Oi... achei super legal seu blog e gostaria muuuiiito de uma opinião. É o seguinte... fui chamada pra ser madrinha de um filho de uma amiga, ela ainda estava grávida, logo de início ela me "cantou" o carrinho do bebê... Na época eu não estava trabalhando e como ela ainda não havia chamado meu marido pra ser o padrinho eu não quis pedir a ele pra comprar o presente e fingi que não tinha entendido a contada... apesar dela insistir muito..... Depois de um tempo o marido dela pediu a cadeirinha de carro como eles já haviam chamado o meu marido pra padrinho eu resolvi perguntar se ele daria e ele falou que sim (sou professora, já sabem a minha situação financeira, né!!!rsrs). Algumas amigas acharam horrível esses tipos de atitude. Ela estava se separando e pediu pra eu ajudar a criar o filho dela (mas ajudar como???) Pelo que ela deu a entender era financeiramente... Pra piorara a situação ela "cantou" meu ar-condicionado. Pode um "trem" desse!!! Ela não tem más condições e nessa fase de separação está gastando dinheiro com salão, drenagem linfática.... e a cadeirinha de carro q eu dei ela falou que queria vender pq não está usando, ela está servindo de guarda-bagunça!!! Eu ainda não batizei.... Ele já tem 1 ano... Não estou mais a vontade pra batizá-lo, não por ele, mas pela atitude da mãe, será uma responsabilidade que eu não vou conseguir assumir. Mas seria correto eu negar um afilhado? Uma pessoa da igreja me falou que não se deve fazer isso. E agora???

Anônimo disse...

O que fazer quando você quer muito ser madrinha do filho da sua amiga que vai nascer, e ela não sabe quem chamar, eu queria muito,já amo muito mesmo antes de nascer, mas não sei se tenho coragem de falar algo ��