Páginas

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Livros e Filmes: fevereiro



Em busca de abrigo: Joy, Kate e Sabine: três gerações de uma relação familiar conflituosa, cheia de mal entendidos e muito amor para dar. Família, perdão, amores complicados... Tem de tudo. Mais um da Jojo muito bom. Ela vai do presente ao passado de uma forma tão interessante, curto muito esse jeito dela escrever.

Sinopse: Na noite da Coroação da Rainha Elizabeth II, em 1953, a comunidade de expatriados de Hong Kong se reúne para celebrar o evento com uma festa. Enquanto os convidados tentam ouvir a cerimônia em um rádio antigo, Joy, uma jovem de 21 anos, se apaixona. Menos de vinte e quatro horas depois da festa, ela já está prometida em noivado ao rapaz, mas só tornará a se encontrar com o noivo um ano depois. Em 1980, um ato de rebeldia faz Kate, aos 18 anos, fugir do Condado de Wexford, na Irlanda, com sua filha ilegítima. Quinze anos mais tarde, Sabine deixa Hackney, o elegante bairro onde mora, em Londres, para visitar os avós que jamais conheceu e descobre que Wexford parece ter parado no tempo. Quando Sabine, sua mãe e sua avó voltam a se encontrar, um segredo de família cuidadosamente guardado é descoberto, bem como algumas verdades importantíssimas: o conflito entre o amor e o dever, as escolhas que as mulheres são obrigadas a fazer e o relacionamento entre mães e filhas.

A casa das marés: Lottie foi criada pelos Holden como filha, na pacato cidade de Merham. Após Adeline e cia. se mudarem a misteriosa casa Arcádia, e com a posterior chegada de Guy (o noivo de Célia, sua quase irmã) sua vida nunca mais foi a mesma. Com a reforma da casa para virar um hotel, 50 anos depois, muitos sentimentos voltaram a tona. Incrível. Um dos melhores da Jojo. In love total.

Sinopse: Na década de 1950, uma cidade litorânea chamada Merham é dominada por uma série de regras sócias austeras. Lottie Swift, acolhida durante a guerra e criada pela respeitável família Holden, ama viver ali naquela cidade, mas Célia, a filha legítima do casal, não vê a hora de ultrapassar os limites de Merham.


Baía da esperança: outro maravilhoso da Jojo. Amei esse. Mike vai de Londres à Baía das Baleias, na Austrália a negócios. Lá se hospeda num hotel familiar, onde vivem 3 gerações de mulheres incríveis - Kathleen, Lisa e Hannah - e sua vida nunca mais foi a mesma. Nem a delas e de toda a baía.

Sinopse: Quando Mike Dormer parte de Londres para uma pequena cidade litorânea da Austrália, a fim de impulsionar a construção de um resort de luxo, vislumbra apenas mais um contrato milionário que lhe permita subir outro degrau da escada empresarial. O destino, porém, lhe reserva algo diferente. Baía da Esperança não é uma cidadezinha qualquer, e as tripulações de observação de baleias, lideradas pela enigmática marinheira Liza McCullen, logo vão se revoltar contra o apetite predatório do forasteiro Mike. Quando a megaconstrução começa a ganhar vida, e então se revelam os efeitos na fauna local, os mundos de Liza e Mike se chocam, com resultados dramáticos. Perigos inesperados irão confrontar os nativos, sejam eles criaturas marinhas ou seres humanos. E Mike se vê obrigado a responder à pergunta que paira sobre Baía da Esperança: até onde se pode chegar, antes de acabar por destruir o que se ama?


Depois de você: Louisa Clark precisa seguir em frente, e ao cair do terraço do seu prédio, muita coisa muda. Ela é salva por Sam, um paramédico; volta para casa dos pais; trabalha num pub no aeroporto; entra para um grupo de apoio; conhece Lily, uma adolescente revoltada; se reaproxima dos pais de Will Traynor... E sua vida nunca mais foi a mesma. Tudo contado de um jeito carregado de emoção, como JoJo sabe fazer muito bem. Muito bom. Mas confesso que esperava saber sobre como Lou cumpriu as recomendações deixadas por Will, mas a história se passa 1 ano e meio depois da Dignitas.

Sinopse: Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

P.S. Ainda amo você: Esse livro é continuação do "para todos os garotos que já amei" e é tão maravilhoso e gostoso de ler quanto o primeiro. Neste, Lara Jean se vê dividida por Peter Kavinski e John McClaren. Até eu fiquei dividida pra qual eu torcia. Hahahhaha Livro teen, fofo, com uma certa inocência, aquele frio na barriga, amoooo!

Sinopse: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários. Em "Para todos os garotos que já amei", Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em "P.S.: Ainda amo você", Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam. Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

Perdidos por aí: Leila saiu numa roadtrip de Louisiana até Fairbainks, para tentar ver a aurora boreal e relembrar fatos importantes da sua vida. Pelo caminho encontrou Hudson, Bree, Elliot e Sonia. Além da fofa Dee com seus pais. Pessoas diferentes em situações inusitadas, até mesmo loucas e surreais, em alguns momentos. E suas vidas nunca mais foram as mesmas. Gostoso de ler, divertido e a vontade de ver a aurora boreal, ainda nessa vida, aumentou.

Sinopse: Quatro jovens ao redor do país têm apenas uma coisa em comum: uma garota chamada Leila. Ela entra na vida de cada um com seu carro absurdamente vermelho no momento em que eles mais precisam de alguém. Entre eles está Hudson, mecânico em uma cidadezinha, que está disposto a jogar fora seus sonhos de amor verdadeiro. E Bree, uma garota que fugiu de casa e curte todas as terças-feiras — além de algumas transgressões ao longo do caminho. Elliot acredita em finais felizes... até sua vida sair totalmente do script. Enquanto isso, Sonia pensa que, quando perdeu o namorado, também perdeu a capacidade de amar. Hudson, Bree, Elliot e Sonia encontram uma amiga em Leila. E, quando ela vai embora, a vida de cada um deles está transformada para sempre. Mas é durante sua própria jornada de quase sete mil quilômetros através do país que Leila descobre a verdade mais importante: às vezes, aquilo de que você mais precisa está exatamente no ponto onde começou. E talvez a única maneira de encontrar o que você está procurando seja se perder ao longo do caminho.





Última viagem a Vegas (Last Vegas): filme antigo, mas eu não tinha visto ainda. Leve e divertido, sobre 4 amigos de longa data que se reencontraram para a despedida de solteiro de um deles em Vegas. Elenco top. Vale a pena ver. Diversão garantida.

Sinopse: Billy (Michael Douglas), Paddy (Robert De Niro), Archie (Morgan Freeman) e Sam (Kevin Kline) são amigos desde a infância e hoje são senhores de idade. Quando Billy, o solteirão do grupo, decide enfim pedir em casamento sua namorada de trinta e poucos anos, ele e os amigos resolvem viajar até Las Vegas para reviver a juventude e curtir uma tremenda despedida de solteiro. O que eles não imaginavam é que a Las Vegas atual seria bem diferente da cidade que eles conheceram décadas atrás.



Amy: o documentário sobre a vida da cantora está concorrendo ao Oscar e achei bem interessante, pois nunca imaginei uma indicação dessa. É denso, pesado, a vida da Amy retratada desde a infância (achei o máximo eles terem muita coisa gravada) com depoimentos de pessoas muito próximas a ela. Detestei o pai dela (que me lembrou muito o do Michael Jackson, que é outro que não suporto), aquele namorado-marido uó e adorei demais o documentário. Mas ao final, fiquei meio deprê, pois era uma vida muito atormentada.

Sinopse: Ainda adolescente, Amy Winehouse já demonstrava para a família o talento vocal que possuía. Aos 18 anos ela já fazia shows na Inglaterra e, com o tempo, passou a ganhar fama. O sucesso do álbum "Back to Black" a tornou uma celebridade mundial, mas também fez com que seus problemas com álcool e drogas aumentassem exponencialmente.

O quarto de Jack: li o livro e me apaixonei pelo fofo do Jack e fiquei doida pra ver o filme.

Sinopse: Joy (Brie Larson) e seu filho Jack (Jacob Tremblay) vivem isolados em um quarto. O único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do Velho Nick (Sean Bridgers), que os mantém em cativeiro. Joy faz o possível para tornar suportável a vida no local, mas não vê a hora de deixá-lo. Para tanto, elabora um plano em que, com a ajuda do filho, poderá enganar Nick e retornar à realidade.






obs.: Se alguém aqui tiver skoob e quiser me adicionar, meu perfil é esse aqui.
obs.2:Alguns desses livros estão à venda no @michavendelivros.

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

4 comentários:

Bel-New Girl disse...

Olá, tudo bom?
Este mês não consegui ler nenhum livro, foquei mais nos filmes que estavam concorrendo ao Oscar.
Também assisti O Quarto de Jack, ele é lindo demais. Quando eles estão presos no quarto dá uma sensação de claustrofobia, é muito esquisito. E no momento em que o menino consegue escapar as imagens são meio enjoativas e confusas, o diretor mandou muito bem conseguindo passar essas sensações para o público.
Ontem teve a apresentação do Oscar, vibrei muito quando o Leonardo Di Caprio venceu, foi um dia para entrar para a história. kkkk
Beijo

Maitê disse...

Puxa... quanto livro interessante... queria tanto ler pelo menos unzinho... mas Giulia não me deixa. Mal consigo sentar na frente do computador para visitar os blogs amigos... escrever. Mal ligo e já está ela aqui reclamando, puxando, gritando.... Ai Ai ..

Beijinhos

Carla Renata disse...

to patinando no mesmo livro há seculos..rs.. comecei assistir amy mas nao terminei tb.. to a pessoa dos "inacabados" kkkk... bjkas lindeza e sucesso sempre

Nana disse...

Adorei as dicas. Estou lendo Depois de você e ainda não consegui me apaioxar pelo livro como foi com o primeiro.
Blog super atualizado com as novidades da cerimônia do casamento e da viagem da lua de mel! Passa lá quando puder.
Bj e fk c Deus.
Nana
http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.br