Páginas

quinta-feira, 31 de março de 2016

Livros e Filme: março



Ligações: há tempos eu não enrolava tanto pra ler um livro. Mas eu não sou abandonar e ainda bem que insisti nesse. Ele só me fisgou depois da pagina 200 (!!!), mas foi um bom livro. George conta o seu relacionamento com Neal através de ligações para o passado no telefone martelo. Uma pegada de volta para o futuro interessante, porém um pouco repetitiva. Mas depois que desenrola, flui bem.

Sinopse: Georgie McCool sabe que seu casamento está estagnado. Tem sido assim por um bom tempo. Ela ainda ama seu marido, Neal, e ele também a ama, profundamente – mas o relacionamento entre eles parece estar em segundo plano a essa altura. Talvez sempre esteve em segundo plano. Dois dias antes da tão planejada viagem para passar o Natal com a família do marido em Omaha, Georgie diz a ele que não poderá ir, por conta de uma proposta de trabalho irrecusável. Ela sabia que ele ficaria chateado – Neal está sempre um pouco chateado com Georgie –, mas não a ponto de fazer as malas e viajar sozinho com as crianças. Então, quando Neal e as filhas partem para o aeroporto, ela começa a se perguntar se finalmente conseguiu. Se finalmente arruinou tudo. Mas Georgie estava prestes a descobrir algo inacreditável: uma maneira de se comunicar com Neal no passado. Não se trata de uma viagem no tempo, não exatamente, mas ela sente como se isso fosse uma oportunidade única para consertar o seu casamento – antes mesmo de acontecer… Será que é isso mesmo o que ela deve fazer? Ou ambos estariam melhor se o seu casamento jamais tivesse acontecido?


A Playlist de Hayden: Sam e Hayden são melhores amigos, geeks e sofrem bullying. Hayden se suicida e deixa um pendrive com músicas e um bilhete para Sam entender o que aconteceu. E, a partir daí, muitas coisas acontecem. Leitura gostosa, rápida, bem teen, daquelas que imagino um filme da sessão da tarde. Gostei bastante.

Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

As violetas de março: Uau! Não conseguir parar de ler até terminar. Lembra os livros da Jojo: passado e presente te se fundem de uma maneira divina. Emily vai visitar sua tia Bee em Bainbridge Island, e recebe um diário escrito em 1943, que conta sobre uma história da sua família, que é fascinante e linda. Lá, reencontra pessoas que fizeram parte dos verões da sua infância e conhece Jack, um lindo pintor. Não quero dar spoiler, então leia. Amei demais!!

Sinopse: Emily Taylor é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio.Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar. Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo — e mais verdadeiro — livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes. Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta. Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história. Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades. As Violetas de Março é um romance sobre a força do amor, sobre as peças que o destino prega e sobre como podemos ser felizes mesmo quando tudo parece conspirar contra a felicidade.

Neve na Primavera: Vera é uma moça pobre que se apaixona pelo rico Charles e engravida dele, em 1930. Daniel é fruto desse amor. Uma nevasca inesperada e o sumiço do pequeno Daniel aos 3 anos de idade devastam Vera para sempre. 80 anos depois, a neve cai novamente fora de época, na mesma data, e a repórter Claire investiga o caso curioso em busca de uma história pra o jornal da família do seu marido, Ethan, onde ela trabalha. Nesse meio tempo ela vai a Bainbridge Island, encontrar sua amiga de faculdade, Emily, que mora na ilha com Jack e sua tia Bee (os mesmos personagens de As violetas de março). Gente, é muito amor. Não consigo nem explicar. Livro maravilhoso demais. Está na lista dos meus favoritos.

Sinopse: Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho. Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade. Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve. Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos, Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.

O bangalô: Anne está noiva e em dúvida sobre o seu amor. Kitty, sua amiga de infância se alistou para ser enfermeira na guerra e Anne decidiu fazer o mesmo, em busca de respostas paras suas incertezas na vida. Elas foram para Bora Bora, uma ilha paradisíaca e conheceu o soldado Wresty. O bangalô era o cantinho de amor dos dois em meio à guerra. Ao deixarem a ilha, cada um para o seu lado, suas vidas nunca mais foi a mesma. Uau! Que livro! Um dos meus favoritos e ver. Lindo de viver!

Sinopse: Verão de 1942. Anne tem tudo o que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos. No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém-formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne, juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seu país como enfermeira em Bora Bora. Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso. O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas... Até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do bangalô que mudará o rumo desta história. A ilha, de alguma forma, transforma a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você.



Um namorado de aluguel (Holliday Engagement): vi na sessão da tarde, e é um filme bem típico, previsível e eu adoro mesmo assim.

Sinopse: Hillary Burns passou toda a sua vida tentando conseguir a aprovação do seus pais. Entre uma das expectativas é achar o marido perfeito. É por isso que ela está tão feliz em seu relacionamento com o advogado Jason King, no qual vai apresentar pela primeira vez a sua família no feriado de Ação de Graças. Mas seu mundo parece desabar quando ela é demitida do seu emprego e seu promissor namorado resolve terminar a relação. Seguindo o conselho da sua melhor amiga, Hillary recorre a um site de namoro online para achar alguém que se passe por Jason. É quando ela encontra David, um ator que fará o feriado decorrer de forma inesperada.



obs.: Se alguém aqui tiver skoob e quiser me adicionar, meu perfil é esse aqui.

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

4 comentários:

Angela Daniele disse...

Oi Micha! Leituras ótimas! :) Eu super tô afim de ler esses da Sarah Jio... já estão na minha listinha! ;) Em março li 7 livros e foram todos muito bons também. :) mostrei lá no insta: @aangeladani

Ótima sexta e que abril seja uma ótimo mês nas leituras pra nós! \o/

beijos!

@aangeladani

Carla Renata disse...

olha ela olha ela..kkkkkkk
essa é a molér cultural..rs.. bjokas lindona e sucesso sempre

Bella disse...

Micha vc como sempre me instigando a ler mais :-) Vou ver se tomo vergonha na cara. kkkkkkkk contei algumas novidades la no meu blog, queria compartilhar com vc tambem. Beijo!

Lulu on the sky disse...

Esse filme um namorado de aluguel lembra aquele com a Debra Messing chamado Muito bem acompanhada já viu? É fofo.
big beijooooooooos