Páginas

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Procura-se cavalheiros!!!



"Ceda o seu lugar. Se uma senhora chega à sua mesa e não existirem lugares disponíveis deve sempre tentar ceder o seu lugar. O mesmo deve ser aplicado em transportes públicos, em restaurantes…" (mais AQUI).

Ontem ao voltar do Rio, onde fui fazer um curso de automaquiagem (sim, outro! Maravilhoso, por sinal. Outro dia eu conto, pra não ficar repetitivo...) fiquei impressionada com a falta de bom senso das pessoas, principalmente dos homens.

Quando peguei o ônibus, ele já estava cheio, e entrou uma senhora, nenhum uma homem se manifestou para dar o lugar, daí uma menina deu (lá dos seus 20 e poucos anos). No ponto seguinte outra senhora, e a cena se repetiu.

Mais adiante, subiu uma moça com a filha de +-2 ou 3 no colo, e ficou em pé, com a menina no colo por um bom pedaço até que, novamente, uma moça (já lá dos seus 45 anos) deu o lugar para ela. E tinha muitos homens no ônibus, variando entre 20 e 50 anos. Ninguém se manifestou. Cheguei olhar para a cara de uns, como quem pergunta:
- Não vai dar o lugar para ela?
Mas fizeram cara de paisagem. E eu fiquei me perguntando se cabia a mim ou ao cobrador perguntar tal coisa. Mas nesse meio tempo, ela ganhou o lugar e tal.

E eu vim refletindo sobre isso: tudo bem que às vezes a pessoa trabalhou o dia inteiro em pé, uns poderiam ter problema no joelho ou pé, sei lá. Mas será que nenhum homem, nem mesmo os novos, estavam em perfeito estado de saúde para poder ceder o lugar?

Perguntei-me também se não seria culpa nossa, com toda essa coisa de igualdade, revolução feminina e tal. Sim, tem que ter!!! Aliás, teve. Foi preciso, muitas mulheres lutaram, sofreram, morreram e nós estamos colhendo os frutos. Mas as mulheres também se desvalorizam tanto, que tem umas que não merecem mesmo nenhum respeito, porque não fazem por onde tê-lo. E tem umas que até me fazem sentir vergonha por ser do mesmo sexo que eu. Mas não era o caso daquelas 3 do ônibus.

Por isso que digo: procura-se cavalheiros. Mas tem que ser cavalheiro de verdade.



E eu não poderia deixar de dizer que hoje comemoramos mais um 18: 7 anos e 2 meses juntos, sendo 1 ano e 2 deles como marido e mulher, como o Padre nos declarou!!!!

19 comentários:

Telma disse...

Oi Micha, é verdade, procura-se cavalheiros. O mesmo acontece nas clínicas de obstetrícia, onde estão lá alguns homens que foram acompanhar as esposas ou namoradas grávidas, para as consultas, que não se tocam e nem levantam da cadeira para dar lugar à uma ou outra grávida que chegou e está em pé à espera de ser atentida, com um barrigão enorme! Um óptimo final de semana para ti e feliz dia, para ti e para o teu marido. Beijinhos

Karine disse...

Eu costumo dizer que nós mulheres somos mais machos que muitos homens.
Mesmo com toda a revolução feminina, Micha, eu ainda gosto que um homem abra a porta para mim, que me ceda seu lugar, que puxe a cadeira no restaurante... eu gosto muito porque isso se chama EDUCAÇÃO E GENTILEZA! E, nos ônibus, por exemplo, quando algum homem corre para entrar na minha frente, eu torço o nariz meeeeesmo!

Beijos e feliz sexta-feira!

Lucimere disse...

Mi, eu concordo com tudo que vc disse, mas acrescento um item... Muitas "preferenciais" abusaram e abusam tanto, que deu nisso, na desvalorização da preferência; Sei que não era o seu caso, mas no centro da cidade(RJ) não custa nada ir até o seu ponto final para pegar o busão sentado, mas "as preferenciais" preferem tirar o lugar de algum otário(e é assim mesmo que falam, já vi diversos casos) um dois ou três pontos depois do final. Aí acaba "cansando" os que tem boas maneiras generalizando a porra toda.
Sobre o outro assunto, eu gosto de ser tratada como o sexo frágil, por mais que eu não seja; Lamentável que toda a luta por igualdade tenha generalizado até nesse aspecto.
Gentileza Gera Gentileza! já disse o poeta Gentileza (rs)
Bom FDS
bjossss

Dany disse...

É horrível mesmo. Tenho uma colega que trabalha aqui em SG comigo, mora no Rio e está grávida. Ela diz que todo dia vem em pé no ônibus. Ninguém dá lugar. Vê se pode!

Ju disse...

SIIIM, conte para a gente o curso que vc fez! Realmente é um Deus nos acuda quando se trata de respeito ao próximo. Mas acho que neste caso, tanto os homens, quanto as mulheres tem o dever te levantar para dar lugar a uma pessoa idosa ou uma mãe com criança de colo. O que acontece é que as pessoas estão individualistas demais... uma pena.
beijinhos, ju

Sarinha disse...

Nossa isso é verdade mesmo
E isso não é só pra ceder lugares não
Eles estão totalmente alheios aos manuais de bons costumes!!!
ificil... Dificil!!

Bjs

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Micha eu sempre me revolto com isso sabia?
Muitas vezes essas cenas se repetem no meu dia a dia. É incrível como as pessoas não tem educação. Aqui são homens e mulheres que não respeitam. Acho sim que o cobrador tem que falar alguma coisa. Uma vez um motorista parou o ônibus e disse que não sairia enquanto não dessem lugar pra mulher com bebê. Achei o máximo isso.
E concordo que a maioria das pessoas está cansada, mas eu sempre cedo porque acho o cúmulo. Bancos preferenciais servem de enfeite só.

E parabéns pela data! Hoje comemoramos também e confesso que gosto dessas coincidências rs

Beijo!

¤(`×[¤ Juzinha ¤]×´)¤ disse...

realmente, o mundo tá cheio de falta de respeito e compaixão pelo próximo, e falta de educação tb!!! um absurdo, mas esse tipo de cena é corriqueiríssima!

Morena disse...

Afff detesto mto!!!
Sempre sobrava p mim ceder o lugar pq meu pai me deu boa educação!
Beijos saltitantes
Bom fim de semana

Adrianna disse...

Quando eu estava grávida sempre as mulheres me cediam o lugar no onibus, isso é o cumulo!!

Cê Vilanova disse...

oi... também fico impressionada com isso, não que o Sul seja modelo de perfeição, mas depois que mudei para o Rio, fiquei chocada com a falta de educação de algumas pessoas, não só quanto a ceder o lugar para pessoas mais velhas, mas também sobre várias outras coisas, povo jogando lixo no chão, muitas vezes ao lado de uma lixeira, homens urinando na rua e em qualquer lugar, chega a ser constrangedor... uma vez uma mulher mandou o filho de uns 4 ou 5 anos fazer xixi em frente a galeria que ficava no meu prédio, juro que perguntei a ela se mandava ele fazer xixi nos cantos da casa dela também, afinal, ali era a minha casa... marido (que por sinal é um príncipe de educado, graças a Deus), diz que eu ainda vou apanhar na rua por essa minha mania de falar sem pensar... que seja!!
bjs

εïз Dani εïз disse...

Parabénssss (pelo aniver de love)!! ;)

Nossa eu fico uma arara quando isso acontece, mas sempre me controlo para não meter a boca, tbém fico pensando se eu devo me meter nesses casos ou apenas fazer a minha parte ...Sendo educada sempre.

Fazer o q?

Beijos, e um lindo final de semana!

Musa disse...

Micha, muito chato assistir a uma cena dessa! E é isso aí, né, nós, mulheres, acabamos cedendo qdo vemos q os homens não cedem. Pq acho que qualquer um tem de levantar para um idoso, é questão de caridade.

Bjos!

Lulu on the Sky® disse...

Mi, sou exemplo vivo disso que acontece. Quando torci meu tornozelo, peguei trem da CPTM pra ir até o trabalho e ninguém me cedeu lugar.

Até que uma senhora vendo o meu estado, pediu a um homem pra me ceder o lugar, muito cara de pau ele respondeu: Ela que venha até aqui para sentar!

Começou maior discussão dentro do trem, e eu morrendo de dor, até que um homem me cedeu lugar na àgua Branca, 1 estação antes da Lapa que era o meu destino final.
é Mole?
Big Beijos

Suzala Moura disse...

Michaaa....minha flor...eu acho que vc tem razão quando diz que muitas mulheres se desvalorizam...aff é o cúmulo. Mas os homens estão sim mais mal educados...com certeza. No ônibus a gente peercebe isso claramente. Parabéns pelo niver de casamento. Beijocas

K-cau disse...

Não se fazem mais homens como antigamente.. é ou não é?

...

Kellen disse...

Hj em dia está difícil mesmo. O que se encontra são CAVALEIROS e não CAVALHEIROS.
Parabéns para este casal lindo!
bj

Julis disse...

Adorei o post, acho que está faltando um pouco de gentileza e cavalheirismo mesmo, pior são aqueles homens que passam na rua te olhando como se fossem te engolir, acho isso uma falta de respeito e se me pegam de "lua virada" eu mando pra aquele lugar ahahuahuaahuauh

Chris Pessoa disse...

Nao tem nada a ver com a luta por igualdade das mulheres, Micha. É falta de educacao mesmo.
Nem na Argentina é assim. Lá o povo tem mais educacao. Aqui na Europa então, nem se fala. E aqui eu diria que as mulheres e os homens sao bem mais iguais, tanto no sustento da casa quanto nas obrigacoes com a familia.