Páginas

terça-feira, 15 de outubro de 2013

(IN) Feliz Dia dos Professores

Infelizmente, não temos nada a comemorar. Temos vivido dias de tristeza profunda, lágrimas, tiro, porrada e bomba. Ah, temos sim, A CLASSE TÁ DANDO AULA NAS RUAS DE COMO LUTAR POR DIGNIDADE, EDUCAÇÃO DE QUALIDADE E UM PAÍS MELHOR.

 01/10/13 - Frente ao Teatro Municipal
                                             01/10/13 - Frente a Câmara Municipal

O governador e o prefeito são ditadores, que manda a polícia nos atacar. Me vi fugindo a polícia, a base de muito gás de pimenta e bombas. Eu não sou bandido. Eu estudei, e muito (e continuo estudando) para dar uma educação de qualidade aos meus alunos.

Polícia atacando professores (essa foto peguei no face)
Professora atingida por bomba da PM
(ela subiu no carro de som pra falar, e ao descer
pedi para tirar a foto)

Foi mal, fessor? Que deboche é esse, seu PM?
Já vi que faltou muita aula e não aprendeu nada

Uma coisa é certa: escolhi a profissão certa. Não me vejo fazendo outra coisa. Não me vejo lutando e chorando por outra profissão. Mas já começo a cogitar tal possibilidade.

á 
 07/10/13 Todos na rua pela educação
                                             07/10/13 Todos na rua pela educação

Não posso deixar de elogiar os black blocks, que são educados, poliltizados, se enfiavam na frente a PM pra apanhar no nosso lugar e quebravam algo pra "distrair" a polícia e nos dar tempo para correr, enquanto eles lutavam por nós. Meninos de ouro! Quando eles saem quebrando tudo, é que a paciência já esgotou a tempos. O grito deles me emociona por demais:


No meio de tanta mentira, tanta porrada, tanto descrédito, deixo registrada minha profunda admiração por esses artistas que usam da sua imagem pública para nos apoiar, aliás, apoiar a educação: Leandra Leal, Taila Ayala, Tico Santa Cruz, dentre outros. Muito obrigada!!!


Programa da Fátima Bernardes de 07/10/13
"Sem um professor eu não estaria aqui"

Você trabalha feito um burro de carga
Puxando um sistema podre que é bancado com o seu suor
E sexta feira vai a igreja comungar com sua família
A voz sagrada Jesus Cristo é o senhor

Deixa parte do salário em retribuição
A dádiva divina da palavra do pastor
É melhor garantir um lugar no céu
Aqui nesse inferno tenta só sobreviver
E o que salva é a cervejinha no fim de semana
Assistindo o jogo do seu time preferido na tv...

Segunda-Feira o seu filho tá em casa
Porque a escola onde estuda, não tem nenhum professor
E o professor está na rua apanhando da polícia
E tá cobrando seu salário lá do governador

Enquanto isso numa casa confortável
Uma família abastada reunida, assiste televisão
E praguejando fala mal de quem está na rua
Enfrentando e dando a cara pra lutar contra a situação

O fura fila que entrou na sua frente
Conseguiu ser atendido muito antes de você!
E aquele cara que foi reclamar do caso
Chamado de barraqueiro que não tinha o que fazer

A sogra dele a semanas na espera
Vai pensando que já era
Não consegue um leito em um hospital
E na favela aquela guerra continua traficante
E a polícia num controle social!

Mas...
Quem é você? (3x)

Tu fuma um back e é chamado de financiador
Por um senhor que toma um uísque e bate na mulher
E nego enche a cara no fim de semana
Sai de carro dirigindo mata cinco puxa o carro e sai de ré

A gente gasta são 6 meses de salário
Dando tudo pro governo e não tem nada quase em troca
E o governo vai tomando e gastando o seu dinheiro
Eles são o parafuso e você é a porca

Já foram mais 500 anos dessa história
Não mudou tanto assim desde a colonização
A diferença é que hoje colonizador
É aplaudido num programa de televisão

A gente acha como se por um milagre
Deus no auge da bondade fosse um dia interceder
Enquanto esse dia não chega
A gente vai aceitando e esperando alguma coisa acontecer...

Mas... Quem é você?
Quem é você?
Me diz... Quem é você?
Quem é você?

O teu avô que trabalhou a vida inteira
Dia e noite, noite e dia até se aposentar
Recebe agora uma miséria de salário
Fica 10 horas na fila esperando e não pode reclamar

Mas as crianças vão crescer
E o futuro do Brasil por algum dia deverá ser bem melhor
Só que o problema é que as crianças
Estão crescendo com seus pais longe de casa
E mais ninguém ao seu redor!

Eu não queria te dizer mas eu vou ter que te falar
Tu é esperto mas tá sendo passado pra trás
E pode ser que quando tu percebas isso lá na frente
Já seja tarde demais!

Agora dance, dance!

Mão na cabeça, mão no joelho
Fica de quatro, não pode parar!

Agora dance, dance, dance, dance... Dance!
Mãozinha prum lado, bundinha pro outro
Se finge de besta e não pare de dançar!

Agora dance!
Dance... Dance!
Mão na cabeça, mão no joelho
Fica de quatro, não pode parar!

Agora dance, dance, dance
Dance!
Mãozinha prum lado, bundinha pro outro
Se finge de besta e não pare de dançar!

Quem é você?
Quem é você?
Mas quem é você?
(Quem é você?)








Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα

4 comentários:

Lucimere disse...

Chorei com seu post, Amiga.
Que País é esse? Que venham dias melhores!!! Parabéns pelo seu dia!!! bjos!!!

Drika disse...

Meu irmão é professor e vejo o quanto ele trabalha se esforça ,estuda e o quanto a profissão é desvalorizada ,um país que trata educadores como se fossem bandidos ,não valoriza a educação ,não pode ir pra frente .Sua luta é nossa luta pois não poderemos mudar o país senão investirmos na educação ,valorizarmos o professor..bjs

Fabi Lange Brandes disse...

eu larguei a profissão por esses motivos tbm..
professor é tudo de melhor... pena que não ganha o devido respeito
beijos

Lulu on the Sky disse...

Mi,
Parabéns pelo seu dia. Espero que haja uma mudança onde o professor possa ter o devido valor que merece.
Big beijos