segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Livros e Filmes: Setembro 2018



Fome: Roxane conta sua história, como começou a engordar desenfreadamente para esconder seu corpo, apos ser estuprada aos 12 anos. Aí tem que lidar com 3 problemas: o trauma pelo estupro, as dificuldades e limitações de viver num corpo obeso é a gordofobia que existe no mundo. Pesado, tenso, triste...E verdadeiro. Um soco na boca do estômago.

Sinopse: Nesta autobiografia escrita com sinceridade impressionante, a autora best-seller Roxane Gay fala sobre como, após sofrer um abuso sexual aos doze anos, passou a utilizar seu próprio corpo como um esconderijo contra os seus piores medos. Ao comer compulsivamente para afastar os olhares alheios, por anos Roxane guardou sua história apenas para si. Até conceber este livro. Esta não é uma narrativa bem-sucedida de perda de peso. E este também não é um livro que Roxane gostaria de escrever. Entretanto, é uma história que precisa ser contada, e ela o faz com seu estilo contundente e impetuoso, ainda que dotado de um humor mordaz, características que a tornaram uma das vozes mais marcantes de sua geração. "Fome" é um relato ousado, doloroso e arrebatador.



Em um bosque muito muito escuro: Nora se surpreende ao receber convite para despedida de solteira de Clare, uma amiga de Colégio que perdeu contato há 10 anos. Junto com Nina, amiga da mesma época, ela vai para a casa de vidro, passar o fim de semana na despedida e fica surpresa ao saber que Clare vai casar com James, seu primeiro e único amor, cujo termino fez ela se afastar de todos. Fim de semana tenso, com lembranças do passado, arrependimento de ter ido, até que James aparece de surpresa na casa e tudo muda. Tiro, sangue, perda de memoria, hospital, Polícia. Ufa! Que história. Esse é o segundo livro da Ruth Ware que leio e amo. Virei fã.

Sinopse: A britânica Ruth Ware alcançou as listas dos mais vendidos do The New York Times, USA Today e Los Angeles Times com este surpreendente romance de estreia que chega ao Brasil pela coleção de suspense Luz Negra. Em um bosque muito escuro é narrado por uma escritora reclusa que aceita o convite para a despedida de solteira de uma amiga de escola com a qual não tinha contato há anos. Quarenta e oito horas depois de chegar ao local da festa, uma casa de campo isolada, ela desperta numa cama de hospital, com a devastadora certeza de que alguém está morto. E mais do que tentar lembrar o que aconteceu no fatídico fim de semana, precisa descobrir o que fez. Com uma atmosfera inquietante, em que segredos do passado são revelados aos poucos e as relações se constroem pelo entrelaçamento de admiração, carinho, inveja e ressentimentos, Ruth Ware entrega um thriller arrebatador, que não à toa a colocou entre os principais nomes do novo suspense feminino, como Paula Hawkins e Gillian Flynn. Em um bosque muito escuro será adaptado para o cinema por Reese Whiterspoon.


É assim que acaba: Lilly foi uma adolescente solitária, cresceu num lar onde o pai batia na mãe e se apaixonou por Atlas, um menino que morava na casa abandonada ao lado da sua, e eles viraram amigos e se apaixonaram. Já adulta, Lilly se muda pra Boston, conhece Ryle , um neurocirurgião apaixonado, mas com rompantes de agressividade. Ela monta uma floricultura, e tem como funcionária Alysa, sua melhor amiga ea irmã de Ryle. Uma noite, Lilly acaba reencontrando Atlas, que agora é chef de cozinha, ao sair para jantar com Ryle. Emoção, amor, raiva...tudo misturado. Que livro! Amei demais!

Sinopse: Lily nem sempre teve uma vida fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar arduamente para conquistar a vida tão sonhada. Ela percorreu um longo caminho desde a infância, em uma cidadezinha no Maine: se formou em marketing, mudou para Boston e abriu a própria loja. Então, quando se sente atraída por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo parece perfeito demais para ser verdade. Ryle é confiante, teimoso, talvez até um pouco arrogante. Ele também é sensível, brilhante e se sente atraído por Lily. Porém, sua grande aversão a relacionamentos é perturbadora. Além de estar sobrecarregada com as questões sobre seu novo relacionamento, Lily não consegue tirar Atlas Corrigan da cabeça — seu primeiro amor e a ligação com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu protetor, alguém com quem tinha grande afinidade. Quando Atlas reaparece de repente, tudo que Lily construiu com Ryle fica em risco. Com um livro ousado e extremamente pessoal, Colleen Hoover conta uma história arrasadora, mas também inovadora, que não tem medo de discutir temas como abuso e violência doméstica. Uma narrativa inesquecível sobre um amor que custa caro demais.

Tarde Demais: Sloan mora com Asa, seu namorado, e tem uma vida infeliz e repleta de medo, mas não tem para onde ir nem como pagar o tratamento do seu irmão, que é bancado por Asa. Ela conhece Carter na classe de Espanhol e se encanta com sua educação, carinho e cuidado com ela. Até que é 'apresentada' a ele por Asa, como um parceiro nos negócios (ilegais e que ela não concorda). Não dá pra contar mais do que isso, pra não dar spoiler. E, apesar de ser bem.diferente dos livros da Colleen, amei demais. De tirar o fôlego!

Sinopse: Para proteger o irmão, Sloan foi ao inferno e fez dele seu lar. Ela está presa em um relacionamento com Asa Jackson, um perigoso traficante, e quanto mais os dias passam, mais parece impossível enxergar uma saída. Imersa em uma casa incontrolável que mais parece um quartel general, rodeada por homens que ela teme e sem um minuto de silêncio, também parece impossível encontrar qualquer motivo para se sentir bem. Até Carter surgir em sua vida. Sloan é a melhor coisa que já aconteceu a Asa. E se você perguntasse ao rapaz, ele diria que também é a melhor coisa que já aconteceu a Sloan. Apesar de a garota não aprovar seu arriscado estilo de vida, Asa faz o que é preciso para permanecer sempre um passo a frente em seu negócio e proteger sua garota. Até Carter surgir em sua vida. A chegada de Carter pode afetar o frágil equilíbrio que Sloan lutou tanto para conquistar, mas também pode significar sua única saída de uma situação que está ficando insustentável.

Uma casa no fundo de um lago: O primeiro encontro de James e Amélia é um passeio de canoa nos lagos perto da casa deles. E eles descobrem uma casa no fundo de um lago e ficam obssecados com ela a ponto de voltar diversas vezes e cada vez vão mergulhando mais fundo nessa aventura, que eles acreditam que será a amor aventura de suas vidas. Livro gostoso de ler, curtinho, tem romance, tem suspense, ficção. Bem a cara do autor mesmo. Gostei bastante!

Sinopse: James e Amélia têm dezessete anos. Em comum, além da idade, têm o fato de estarem um a fim do outro e de serem tomados pelo nervosismo quando James chama Amélia para sair. Mas tudo parece perfeito para um primeiro encontro: um passeio de canoa pelos lagos, levando um cooler cheio de sanduíches e cervejas. À medida que se aprofundam na exploração, os dois chegam a um lago escondido e encontram algo impressionante debaixo d'água. Um lugar perigosamente mágico: uma casa de dois andares com tudo que tem direito — móveis, um jardim, uma piscina e uma porta da frente, que está aberta. Enquanto, fascinados, vasculham o imóvel e tentam passar uma boa impressão para o outro, cresce o medo. Será que um local misterioso como aquele esconde alguém — ou algo — vivo? Uma coisa é certa: depois de mergulhar nos mistérios da casa no fundo do lago, a vida deles jamais voltará a ser a mesma.


O diário de Myriam: Amo diários, amo saber mais do que se passa com as pessoas e amei esse diário de Myriam, uma menininha da Síria, que morava com seu pai, sua mãe e sua irmã mais nova, Joelle, em Alepo e levava uma vida normal: seu pai e mãe trabalhavam, eles tinham seu apartamento, ela e a irmã frequentavam a escola, tinham amigos, visitavam parentes, brincavam na rua, se divertiam, até que tiveram suas vidas alteradas por conta das bombas e tiros que vieram junto com a invasão dos curdos, com o contra-ataque do exército...enfim, uma loucura! Recomendo demais!

Sinopse: O Diário de Myriam apresenta a perspectiva de uma menina que teve sua infância roubada ao crescer rodeada pelo sofrimento provocado pela Guerra da Síria, iniciada em 2011. Myriam começou a registrar seu cotidiano após sugestão da mãe, que propôs que ela contasse tudo aquilo que viveu para, um dia, poder se lembrar de tudo o que aconteceu. Escrito entre novembro de 2011 a dezembro de 2016, o diário alterna entre as doces memórias do passado na cidade de Alepo e os dias doloridos e carregados de incertezas. E é com a sensibilidade de uma autêntica contadora de histórias que ela narra a preocupação crescente de seus pais com as notícias na tv, as pinturas revolucionárias nos muros da escola, as manifestações contra o governo, a repressão, o sequestro de seu primo e, por fim, os bombardeios que destroem tudo aquilo que ela conhecia.





Sierra Burger é uma loser: Vi na netfliz e amei, filme fofo, bem teen e com o lindo do Noah Centineo (de Para todos os garotos que já amei). In love por esse rapaz! Recomendo.

Sinopse: Sierra (Shannon Purser) é uma adolescente inteligente, mas que não se encaixa exatamente nos padrões de beleza impostos no ensino médio. Quando um incidente de confusão de identidade resulta em um romance inexperado em sua vida, ela se vê precisando se juntar a garota mais popular da escola para poder ficar com o menino que gosta.



SPF-18: Netflix também. Outro filme teen com Noah Centineo. Lugar lindo, legal, mas nada demais. Tem uma micro participação do Keanu Reeves.

Sinopse: Cinco adolescentes prestes a se formar no ensino médio passam o verão tomando conta da elegante casa de praia do Keanu Reeves. Entre romances e muito surfe, eles fazem descobertas sobre si mesmos e se veem obrigados a amadurecer e lidar com grandes decisões de vida.






Treinando o papai: vi na sessão da tarde com minha prima e irmão. Rendeu boas risadas em família. Recomendo.

Sinopse: Joe Kingman (Dwayne Johnson) é um famoso quaterback da equipe de Boston, que está em plena disputa do campeonato. Joe é um solteiro convicto, que gosta de usufruir da fama e da riqueza que possui. Até que conhece Peyton (Madison Pettis), sua filha de 7 anos que até então não sabia que existia, resultado de um último encontro com sua ex-esposa. Peyton passa a morar com Joe, o que faz com que ele tenha que se dividir entre treinos, festas e aulas de balé clássico, além de outras atividades as quais não está acostumado.



Felicidade por um fio: Fiquei impressionada mesmo, pois é uma história real e imaginei quantas pessoas sofrem e lutam com seus cabelos por não se aceitarem como são. Sofri junto, pois associei logo ao corpo, a essa luta que travei a vida toda e que só fez o meu peso aumentar, criar vergonhas, culpas...e, ver que a autoaceitação, o autoamor, a autocompaixão são libertadores demais. Vale muito a pena ver. Mega recomendo. Tá na netflix.

Sinopse: Uma publicitária perfeccionista com problemas na vida amorosa embarca em uma jornada de autoconhecimento que começa no visual radicalmente novo.


Força de viver (Hoovey): amo filmes baseados em fatos reais e amo filmes de esportes, juntou os dois, é garantia que vou amar. Bom demais!

Sinopse: Inspirado em uma história real, Eric "Hoovey" Elliott (Cody Linley) é um promissor jogador de basquete que leva uma vida normal ao lado dos seus pais e irmã. Certo dia, ele desmaia em um treino e é levado para o hospital, onde os médicos descobrem um tumor maligno do tamanho de uma laranja na base da sua cabeça. Ariscando a vida, o jovem faz a cirurgia de remoção. Além de precisar aprender mais uma vez a fazer coisas básicas, ele precisa manter sua família unida.


Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

2 comentários:

Patricia Merella disse...

Olá,passo para te agradecer a visita e te desejar uma boa semana! Ainda n lir e nem vi os filmes. Beijinhos

Luana disse...

nossa preciso voltar as minhas leituras sabia!
ando tão relaxada que preciso colocar em dia minhas leituras!!
otimas dicas de leitura! e os filmes tbem! ja assisti treinando o papai!
beijos lindona