Páginas

sexta-feira, 31 de março de 2017

Livros & Filmes: março



Para sempre minha (#RosemaryBeach9): Tripp e Bethy namoravam quando adolescentes, mas se separaram e seguiram com suas vidas. Woody e Della se casam numa ilha, e todos os convidados passam 4 dias lá e Tripp aproveita a oportunidade ora se reaproximar de Bethy. Após 8 anos depois resolvem dar mais uma chance a esse amor. Livro fofo, Tripp é apaixonante.

Sinopse: Alguns dos jovens de Rosemary Beach consideram Tripp Newark um herói. Há oito anos, ele abandonou uma vida meticulosamente planejada pelos pais para conquistar a independência. Pilotando sua Harley, Tripp desapareceu da cidade para viajar pelo mundo. E essa decisão o fez perder muito mais do que os milhões que herdaria. Bethy Lowry está vivendo o pior momento de sua vida. Há um ano e meio, Jace, seu namorado, morreu afogado ao salvá-la de uma forte correnteza. Sofrendo um período turbulento e ainda consumida pela culpa, ela vive sua rotina de maneira automática, com a certeza de que nunca mais voltará a amar. No entanto, sua vida está prestes a mudar. Quando tinha apenas 16 anos, Bethy teve um tórrido romance com Tripp, que é primo de Jace. Esse segredo continuaria enterrado para sempre se não fosse por um detalhe: Tripp Newark está de volta e determinado a reconquistá-la. Na série Perfeição, você conheceu o anjo da guarda de Della e sentiu a dor da perda de Bethy. Agora, Abbi Glines reúne esse surpreendente casal para mostrar que nunca é tarde demais para reviver uma paixão.

Paris para um e outros contos: Livro de contos da Jojo. Amei O 1o. (Mais longo, com 90 páginas, então desenvolve mais. Gostoso de ler) e o último (que é a continuação a historia de Sophie e Édouard, de 'a garota que você deixou para trás', bem no estilo da Jojo, com idas e vindas no tempo e entrelaçamento perfeito das histórias) e ambos se passam em Paris, a cidade luz. Encantador o jeito que ela descreve a cidade. Os outros 8 contos gostei, uns mais outros menos. São histórias de amores e desamores, cotidiano, encontros e desencontros. Leitura gostosa, para ler numa tacada só.

Sinopse: Nessa vibrante coletânea, o leitor poderá conhecer mais um lado da autora. Em histórias curtas e divertidas, Jojo, sem deixar de lado as personagens decididas que conquistaram o público, faz sua conhecida mágica de transformar situações comuns em eventos extraordinários. No conto que dá título ao livro, a jovem Nell planeja um final de semana romântico em Paris com o namorado e fica sabendo, já na estação, que ele desistiu de acompanhá-la. Sozinha em um país estrangeiro, Nell descobre uma nova versão de si mesma, independente e corajosa. Outros contos incluem um assalto a uma joalheria com uma reviravolta amorosa, a história de uma mulher que passa um dia inteiro com os sapatos de outra pessoa e um shopping lotado de pessoas fazendo compras de Natal que vai revelar a uma esposa estressada o que de fato importa na vida. E em “Lua de mel em Paris”, que fecha a coletânea, Jojo Moyes brinda os leitores com um reencontro com as personagens do best-seller A garota que você deixou para trás, Liv e Sophie, que, separadas por algumas décadas, acreditam que o casamento é apenas o início de suas histórias de amor. Dez pequenas amostras da saborosa escrita de Jojo Moyes, divertidas, autênticas e irresistíveis — você vai ler e se encantar.

Arranhando as paredes: é a continuação de subindo pelas paredes, que conta o romance divertido e hot de Caroline e Simon. Agora eles estão namorando há 1 ano e assumem responsabilidades maiores ao comprar uma casa e irem morar juntos. Gostei muito.

Sinopse: Caroline Reynolds e Simon Parker estão de volta, e não mais separados por uma fina parede... Ao contrário, agora seguem mais juntos, felizes e pelados do que nunca! A Garota do Baby-Doll Cor-de-Rosa e o Trepador de Paredes começam o relacionamento aprendendo a lidar com o trabalho de Simon, que inclui viagens inesquecíveis nas férias de Caroline, mas também longos dias de distância e saudades. As dificuldades, entretanto, não melhoram quando o casal finalmente consegue mais tempo para ficar junto. O medo da monotonia de um relacionamento convencional apavora os dois e acaba transformando o namoro em uma montanha-russa de emoções, com direito a muitas reviravoltas. Enquanto lutam contra a “regra” de que os relacionamentos com o tempo acabam em marasmo, os dois comprovam o maior clichê dos casais: o sexo depois de fazer as pazes é mesmo inacreditavelmente delicioso. Em meio a tudo isso, eles tentam equilibrar as demandas do trabalho, os orgasmos de Caroline, o passado de Simon, a casa de Jillian, as brigas de Sophia e Neil e as tentativas de fuga do gato, Clive. Um pacote de histórias, risadas, tensão e tesão que Alice Clayton preparou especialmente para os leitores que ficaram apaixonados por Subindo pelas Paredes.


Onde está Elizabeth?: Maud é uma senhora de 82 anos, cuja memoria falha Mais do que funciona e confunde fatosdo passado (que lembra perfeitamente, como sua infância e adolescência, os pais, a irmã Sukie, o inquilino deles Douglas emo marido da irmã Frank) e co funde o presente, com sua filha Helen sua neta Katy e cisma que sua amiga Elizabeth está desaparecida. Entre esses lapsos de passado e.presente, ela ajuda a desvendar o desaparecimento de sua irmã que aconteceu há 70 anos. Em alguns momentos foi meio arrastado, mas é bem diferente de tudo. Bom.

Sinopse: Vencedor do Costa Book Awards e do Premio Salerno Libro dEuropa, o romance de estreia de Emma Healey é uma delicada narrativa sobre memória misturada a um thriller. Maud tem 80 anos e está ficando cada vez mais esquecida. Sua própria filha e sua casa lhe parecem irreconhecíveis, e ela escreve bilhetes para si mesma na tentativa de lembrar do cotidiano. Um dia, um dos bilhetes informa que sua amiga Elizabeth está desaparecida. Embora todos lhe assegurem que ela está bem, Maud embarca numa missão para encontrá-la. A iniciativa, no entanto, acaba se confundindo com a história de Sukey, sua irmã mais velha, desaparecida desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

Juntando os pedaços: Após a morte da sua mãe, Lizzy se tornou a garota mais gorda dos EUA e precisou ser resgatada de casa pois não conseguia se locomover. Após uns anos, voltou a frequentar a escola e se tornou alvo de bullying por ainda ser muito gorda. Jack tem prosopagnogia (doença que o impede de reconhecer as pessoas, mesmo sua família) e ambos se conhecem quando ela dá um soco nele e eles foram parar na direção e são obrigados a cumprir uma espécie de medida socioeducativa escolar. Surge uma.amizade entre eles, que passam a se ajudar. Até que percebem que estão apaixonados. Livro teen (que eu amo), fofo e aborda os temas com muito cuidado e atenção. Jeniffer Niven é uma fofa e se.preocupa com seus leitores e todas essas questões.complicadas que na adolescência se tornam ainda piores. Adorei!

Sinopse: Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.


O sol também é uma estrela: Natasha é jamaicana e mora nos EUA desde os 8 anos ilegalmente, com sua família. No dia que eles vão ser deportados, ela conhece Daniel, um coreano-americano, cuja família também foi pros EUA 'em busca do sonho americano'. Ele e poeta, apaixonado. Ela quer ser cientista, cética. Mas a paixão a 1a. Vista muda os dois de modo definitivo. Se tiver um filme desse livro, Eduardo e Mônica deveria ser a trilha sonora: 'quem um um dia ira dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração? E quem irá dixer que não existe razão?'. Ameiiii!!!

Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história. Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois. O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?


Querido John: John foi criado pelo pai (um ávido colecionador de moedas) e vivia com ele numa casa próxima a praia. Savannah foi passar as férias com o grupo da Igreja para construir casas para famílias que perderam tudo com um furacão. Eles se conheram e se apaixonaram. John teve que voltar para a Alemanha onde servia o exército e eles ficaram se correspondendo por um tempo e se reencontraram 2x mais. O atentado de 11 de setembro mudou o plano dos dois, pois John teve que ir pro Iraque ao invés de voltar pros EUA. E tudo desandou. Anos depois ele volta e eles se reencontram. Não posso falar mais senão vou dar spoiler. Lindo demais! Amei muito. Nada convencional.

Sinopse: Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.






Elle: filme nada convencional, que alguns vão adorar e outros vão odiar. Eu adorei. O início é meio arrastado, mas depois que engata, é super interessante. Bem diferente, daqueles que você fica com raiva da personagem principal, mas entende, ao mesmo tempo.

Sinopse: Michèle (Isabelle Huppert) é a executiva-chefe de uma empresa de videogames, a qual administra do mesmo jeito que administra sua vida amorosa e sentimental: com mão de ferro, organizando tudo de maneira precisa e ordenada. Sua rotina é quebrada quando ela é atacada por um desconhecido, dentro de sua própria casa. No entanto, ela decide não deixar que isso a abale. O problema é que o agressor misterioso ainda não desistiu dela.

Florence: Quem é essa mulher?: incrível. Meryl Streep é realmente uma atriz e tanto e o Hugh Grant também deu um show de interpretação. Mas o que eu achei incrível e surpreendente é o ator que faz papel de pianista. Arrancou risadas minhas, com direito a lágrimas e tudo, de tanto que eu ria. As caras deles são impagáveis. E o que mais curti, foi descobrir ao final do filme, que é baseado em fatos reais. Adorei demais!!!

Sinopse: Florence Foster Jenkins (Meryl Streep) é uma rica herdeira que persegue obsessivamente uma carreira de cantora de ópera. Aos seus ouvidos, sua voz é linda, mas para todos os outros é absurdamente horrível. O ator St. Clair Bayfield (Hugh Grant), seu companheiro, tenta protegê-la de todas as formas da dura verdade, mas um concerto público coloca toda a farsa em risco.


Djando Livre: não sei porque demorei tanto para ver esse filme. Tava de bobeira em casa, começou na tv a cabo e resolvi ver. Bem típico do Tarantino, bem louco, bem sangranto, bem colorido e bem maravilhoso demais. Recomendo muito!!!

Sinopse: Django (Jamie Foxx) é um escravo liberto cujo passado brutal com seus antigos proprietários leva-o ao encontro do caçador de recompensas alemão Dr. King Schultz (Christoph Waltz). Schultz está em busca dos irmãos assassinos Brittle, e somente Django pode levá-lo a eles. O pouco ortodoxo Schultz compra Django com a promessa de libertá-lo quando tiver capturado os irmãos Brittle, vivos ou mortos.



Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

5 comentários:

Bruxa do 203 disse...

Quero ler Paris Para Um e Onde Está Elisabeth.

Assisti aos dois primeiros filmes. Não gostei muito de Elle, mas a atriz é sensacional.

Gostei de Florence, adoro o elenco. Na semana anterior tinha assistido um filme francês, Margherite, com a mesma história e final um pouco diferente.

Carla Renata disse...

vou dar uma fuçada ver se acho Florence..kkk.. bjokas lindeza e sucesso

Nana disse...

Ótimo post!Bj e fk c Deus
Nana
http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

Ruby disse...

Olá! Filmes e livros? Dicas que combinam e a gente gosta. Querido John é o que conheço, Jojo Moyes eu já conheço, mas não li ainda.
Filmes: Elle com a maravilhosa Huppert não vi ainda, mas tá na minha lista, só vi os trailers no YT. Django já assisti e gostei. Bjs.

Hellz. disse...

OOOOOOOOOOOOOOOOI

gente, eu to loka pra ler Juntando os Pedaços e agora você me deu também Onde Está Elizabeth? pra por na listinha! adorei essa sinopse, cara!

beij
beinghellz.com