Páginas

sábado, 9 de março de 2013

Mesmo que o tempo e a distância digam Não! (republicado)

Amigo é coisa pra se guardar
Do lado esquerdo do peito
Dentro do coração...
(Milton Nascimento)

4a. feira estava em casa, em torno das 17h, tocou a campainha, fui atender e tamanha foi a minha surpresa ao ver minha amiga Karin, com seu filhinho Mattia, seu marido e sua mãe. Entramos e começamos a colocar o papo em dia, matar a saudade de 5 anos sem nos ver e curti muito  o filho dela, que é um fofo e está com 4 anos e 5 meses.

1996: Festa Julina da capoeira

Karin é italiana e a mãe é brasileira, vieram morar aqui no Brasil durante 2 anos (1992 e 1993) e nesse tempo estudamos juntas e viramos amigas inseparáveis, já que éramos vizinhas de bairro também. Nossa família toda logo se deu bem e a amizade só fez crescer.

2000: Indo ao shopping

Já tem 20 anos que ela foi embora de volta pra sua terra natal, mas sempre que vem ao Brasil, vem aqui em casa de surpresa, toca a campainha e parece que não nos separamos um dia sequer. Mesmo com toda tecnologia, não mantemos contato algum, pois ela é desligada o por demais da internet, o último email que recebi foi com notícia do sexo do bebê (pois a vi grávida de 3 meses, numa dessas vindas, foi quando conheci seu marido e ela conheceu Con). Rede social inexiste para ela. Então, nos contentamos com essas vindas esporádicas.

2013: família querida

O filho dela é uma fofura, mas não entendemos nada que ele fala, mas é carinhoso que só, e beijo e abraço é linguagem universal, ainda bem. Que felicidade que fiquei!!! Combinanos de passear e sair para tomar algo na 6a. feira, e ontem lá fomos nós.



O Mattia adorou Con (gente, vou ter que dar um filho pra esse homem, ele é fofo por demais). É tão legal rever tudo: paixão por dinossauro, querer ser paleontólogo, querer pegar bolinha de pokemón na máquina e ficar triste porque não saiu o pikachu...Eu já vi esse filme antes. Delícia demais.



Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα

7 comentários:

Lulu disse...

Ai que bacana Mi... é tão bom rever os amigos...
Big Beijos

Fabi Lange Brandes disse...

coisa linda é a amizade né mi?
beijos e lindo dia

Márcia disse...

Que bom ver histórias como a sua, amizades verdadeiras são uma dádiva de Deus. Bjks

Carla Renata Galassi (A Teimosa) disse...

Parei no "rede social inexiste pra ela".. como assim????? QUE MULHER É ESSA??? kkkkkkkkkkkkkkkk
Mas esses reencontros são muito bons né.. bjokas lindeza

Ana Paula disse...

Oi Micha quem sabe a gente se esbarra por lá, e nada de desanimar, eu vou caminhando rápido e corro so no final. Amanha nem sei como vai ser porque estou levando varais amiags que nunca foram antes. Então acho que vou devagar. Marca seu tempo e na próxima tenta diminuir um pouco, foi desse jeito que eu comecei ;) beijos

Luma Rosa disse...

Que delícia rever uma amizade de tanto tempo! A distância não existe quando há afinidade e não faz muito tempo que a internet está presente em nosso cotidiano. Se no passado, ela não existia e as amizades persistiam pela vida toda, mesmo com a distância, por que não ainda? :) Beijus,

Beth disse...

Delícia rever amigos queridos, ainda mais quanto ficamos tanto tempo sem poder encontrá-los.
Bacana ter amizades assim tão fortes e bonitas, que duram independentemente da distância física. Tenho amigos assim, muitos e tão queridos, como é bom!
Vim saber de você e deixar um beijo.
Estou ativa no blog e no meu processo, o bicho pegou! kkkk
Beijoca
Beth
http://aconquistablog.wordpress.com