Páginas

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Alguma coisa tá fora da ordem...

Depois de contar do domingo, vou contar do casório do sábado, como prometido.

Sábado foi o casamento de um primo muito querido, da família paterna, e foi um marco pois, desde a separação dos meus pais, há 10 anos atrás, o meu padrinho (pai dele) foi o único que continuou nos procurando. E quando digo NOS, estou me referindo à minha mãe: ele sempre ligou, veio aqui nos visitar com a família e fez questão de vir trazer o convite com meu primo e enfatizar, quase que exigir, a presença da minha mãe lá no casório.

E lá fomos nós, num sábado onde a chuva não deu trégua. Ao chegarmos na Igreja - eu, Con, minha irmã e mommy - sentamos e ficamos na nossa, mas ficamos muito felizes ao ver a recepção que todos fizeram para minha mãe, fazendo questão de ir falar com elas (tias e primos que não a viam por 10 anos), e foi bom demais. 

Minha avó paterna entrando com as alianças (junto com o outro avô do noivo) e meus primos saindo felizes e já casados
[Pena que agora percebi que não tirei foto da minha mãe linda e maravilhosa lá na Igreja].

Nós - eu, irmã e Con - que nem íamos na festa, por não saber como seria e tal, resolvemos ir (mommy preferiu voltar pra casa, se sentia melhor assim) e foi a melhor coisa que fizemos. Deu para colocar o papo em dia com os primos, que temos pouquíssimo contato pela correria do dia-a-dia, mas foi bom ver que o amor permanece o mesmo.

Apresento-lhes minha avó paterna e meu pai

A festa foi super divertida, linda e dançamos sem parar. E descobri que isso é uma coisa de família!!!! Só deu os primos na pista de dança. E alguns tios também. Dançamos até o último minuto de festa, encerrando com Ilariê, da Xuxa.

Primos posando na pista

E chegamos em casa quase 2 da manhã, que na verdade eram 3h, já que tinha começado o horário de verão,
e ainda ia ter a caminhada no domingo (mas isso eu já contei no post anterior).

Alguma coisa tá fora da ordem...
(Caetano Veloso)

Beijosssssssss

14 comentários:

Luana disse...

Amiga, vou começar a fazer coro com o Conrado pra vc parar de usar só roxo e lilás. rs

Ps: Seu pai é a cara da sua avó.

Bjsss

Aline Cristina disse...

Oii consegui chegar aqui adorei as fotos é tão bom quando conseguirmos rever familiares distantes, que bom!
Beijinos e fique com Deus
NIne

disse...

Oii

Que legal reencontrar a família e ser bem recebidas com muito amor, apesar de tudo.
Só não consegui ver as fotos pq a net aqui ta lenta.

Beijos

Jaque ઇ‍ઉ disse...

Que bom Micha.
Eu quase não tenho contato com a família do meu pai. Mas tem um tio que é meu xodó, e que é muito diferente dos outros, foi até meu padrinho de casamento.

Nunca fizeram questão de nos procurar, a não ser pra fazer fofoca...

mas quando há um certo carisma né? Festa é tudo de bom rs

Beijo!

Lulu on the sky disse...

É bom depois de muito tempo, ser acolhido pela família. De fato, seu pai é a cara da sua avó.
Infelizmente não tenho mais contato com a família do meu pai, só tenho uma prima que mora longe e um tio doente com AVC.

Big Beijos

Cris disse...

Que bom, que saiu tuudo bem!

As vezes, é assim, mesmo! Pensamos que algum evento não vai ser legal e no fim nos divertimos muito!

Adorei a foto da vovó! rs

Bju
Cris

Fernanda disse...

Isso é muito importante!! A vida é tão curta que não vale a pena ter conflitos em família!

Bjs

Ia Maluf disse...

Que delícia! Eu adoro casamento, formatura, aniversario... qualquer motivo para reunir todo mundo! Ainda mais aquelas pessoas que passamos muito tempo sem ver...

Adorei as fotos!

Bjs
Ia

Lu Barreto disse...

Quanta coisa pra ler!! Tanta novidade,vou ler tudinho.
Pela sua carinha de felicidade dá pra ver o quanto foi bom rever a família. Beijos.

Ana Carolina disse...

É, família é assim mesmo... às vezes a gente passa um tempo grande sem ter contato, mas parece que quando a gente encontra nada mudou muito... E acho que em qualquer tipo de relação, quando existe carinho de verdade é assim, né? Bjinho!

Ana Carolina disse...

É, família é assim mesmo... às vezes a gente passa um tempo grande sem ter contato, mas parece que quando a gente encontra nada mudou muito... E acho que em qualquer tipo de relação, quando existe carinho de verdade é assim, né? Bjinho!

Luma Rosa disse...

Micha, muito bom rever pessoas que fazem parte do nosso universo, mesmo que seja um universo não tão próximo, até para acabar com as impressões de que não nos importamos - "foi bom ver que o amor permanece o mesmo" - isto é o mais importante!! Bom fim de semana! Beijus,

Karine disse...

Eu acho que já não há nada fora da ordem - acho que vocês deram o primeiro passo para que tudo entre nos eixos. Família é muito bom!!!

Beijos e feliz finde, Micha!

Thayna Ranage disse...

ja estou participando...
bjos obrigada pela visita
ja seguindo