quinta-feira, 25 de abril de 2019

Retrospectiva, Livros e Filmes: Fevereiro 2019


Fevereiro foi mês de voltar ao trabalho de verdade (em dezembro voltei por 2 dias, mas não dei aula e logo entrei de férias, nem deu pra sentir o gostinho) e senti muito a volta: ir ao Rio todo dia cansa (trabalho longe de casa), dar aulas, ficar em pé bastante tempo, subir e descer rampa o tempo todo no CIEP, o barulho, a voz cansa...Ufa, vi como não é tão simples assim dar aulas. Paciência, espero pegar o pique de novo logo.

Minha amiga Pit veio (ela mora nos EUA) e o clima de férias continuou, porque a gente passeou, foi a ensaio da Viradouro, fomos  a barzinhos... Foram dias maravilhosos!








Tive otite nos dois ouvidos (um de casa vez) e quase não fui à natação. Já não dá pra eu fazer hidro sempre, só 6a. feira e quase não consegui ir, o cansaço pegou. Mas fiz um aulão de Carnaval que valeu a pena por todos os demais dias. Como me diverti!


E também curti muito meus pretinhos



Com minha amiga por aqui, dei muita atenção a ela, passamos o máximo de tempo juntas, e li pouco e só revi um filme que amo demais. Eis os livros muitos bons:


Uma história de amor e TOC: Bea conhece Beck num festa quando ele está tendo uma crise de pânico e ela o ajuda. Eles se reencontram n terapia de grupo para adolescentes com TOC da Dra. Pat e iniciam um romance nada fácil. Pat é stalker e se fascina com Austin, que faz terapia de casal com a esposa Sylvia no mesmo local. Nesse meio tempo, a relação de Bea com a melhor amiga, Lisha, dá uma estremecida por conta dos TOCs que estão aumentando. Fiquei impressionada a descrição dos TOCs, vivia a agonia dos personagens, algo que não é nada fácil de lidar. Recomendo!

Sinopse: Bea foi diagnosticada com transtorno obsessivo-compulsivo. De uns tempos pra cá, desenvolveu algumas manias que podem se tornar bem graves quando se trata de... garotos! Ela jura que está melhorando, que está tudo sob controle. Até começar a se apaixonar por Beck, um menino que também tem TOC. Enquanto ele lava as mãos oito vezes depois de beijá-la, ela persegue outro cara nos intervalos dos encontros. Mas eles sabem que são a única esperança um do outro. Afinal, se existem tantos casais complicados por aí, por que as coisas não dariam certo para um casal obsessivo-compulsivo? No fundo, esta é só mais uma história de amor... e TOC.

Quando eu voltei: Conheci o autor vendendo seu próprio livro no bairro onde moro, numa bicicleta livraria. Parei para olhar, ele começou a falar dos livros muito empolgado, e comprei um que tinha uma personagem Michele para ler. Li o livro numa taca só, ele é super rápido de ler, interessante, tem um que de suspense e mistério que eu curti bastante, além de uma parte dele se passar na cidade que moro. Já quero comprar outros livros dele.

Sinopse: Um final de semana fatídico. Uma chuva intensa, enchentes e mortes na pequena Vila de Rebouças, uma localidade marcada por duas tragédias, com famílias tradicionais, cheias de lendas, segredos e intrigas. Durante a tempestade, Ivan desaparece, Leninha passa mal de forma misteriosa e entra em coma. Rafael Lemos é o suspeito número 1. Ele não sabe o que aconteceu, estava sob efeitos de drogas pesadas. Dois anos depois, outro final de semana, e uma nova orgia de drogas. Rafael acorda em Rebouças. E coisas surpreendentes começam a acontecer mais uma vez. Será fruto de sua imaginação? Memórias que começam a ficar claras? Ou algo mais aconteceu em Rebouças?

Toda vez que passa na sessão da tarde e estou em casa, vejo de novo:

De repente 30 (13 going on 30): não me canso de ver nunca. Acho fofo, lindo, divertido, tudo de bom mesmo.

Sinopse: Jenna Rink (Christa B. Allen) é uma garota que está descontente com sua própria idade, já que seus colegas mais populares da escola não lhe dão atenção, seus pais ficam sempre no seu pé e o garoto por quem está apaixonada nem sabe que ela existe. A única amizade que Jenna possui é Matt Flamhaff (Sean Marquette), seu vizinho. Para tentar reverter a situação Jenna decide por ter uma grande festa para o seu 13º aniversário, convidando todos os adolescentes que conhece. Porém o que deveria ser sua consagração se transforma num grande desastre, após Jenna ser trancada em um armário devido a uma brincadeira e ser completamente esquecida pelos demais presentes na festa. Triste, Jenna faz um pedido: virar adulta de repente, para ter a vida com que sempre sonhou. O pedido milagrosamente se torna realidade e, no dia seguinte, Jenna (Jennifer Garner) desperta em 2004 e com 30 anos de idade. De início Jenna fica assustada com as novidades de sua vida, mas aos poucos fica cada vez mais encantada por ter se tornado tudo aquilo que sempre sonhou ser. Porém, quando tenta reencontrar Matt (Mark Ruffalo), Jenna descobre que perdeu contato com ele há vários anos e que agora ele está prestes a se casar.



Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

3 comentários:

O meu pensamento viaja disse...

Olá, Micha, obrigada pelo seu comentário.
Dar aulas cansa mesmo. É uma profissão super exigente e mal reconhecida.
Volte sempre.
Beijinhos

Magui Bizzotto disse...

Uma das profissões mais difíceis é a do professor.Quando eu dava aula meus pés viviam inchados. Infelizmente não tenho lido muito. Quando o faço prefiro biografias. Depende da disponibilidade da cabeça. Uma pessoa inteligente sabe aproveitar todas as formas boas de viver em cidade grande.Que tudo corra bem.

Débora disse...

Adoro esse filme também, uma graça!