Páginas

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Autores preferidos: Jojo Moyes




Os livros da Jojo Moyes sempre são super bem falados nas redes sociais e resolvi ler para conhecer. Me apaixonei por ela logo no primeiro que li, que foi o Como eu era antes de você. Já quis ler todos os outros e assim fiz. Estórias lindas, com romance, mulheres fortes, guerreiras... Maravilhosa demais!

Como eu era antes de você: livro maravilhoso, lindo, que não dá vontade de parar de ler. Amei demais e está na lista dos meus favoritos. Vai virar filme (já foi filmado e está em fase de produção) e tô doida para ver.

Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

A garota que você deixou para trás: este livro exala amor, amor e amor em cada página. Impossível não amá-lo! E Jojo Moyes me conquistou de vez. Que mulher inteligente para escrever.

Sinopse: Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo a família, a reputação e a vida na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.


A última carta de amor: Ellie acha uma carta de amor dos anos 60 e começa a investigar sobre os personagens daquele amor proibido: Jenniffer Stirling e Anthony O'Hare. Apesar de ter desvendado antecipadamente, amei obter a confirmação. Muito amor!!! E realmente essa JoJo Moyes sabe escrever grandes histórias e entrelaçar o tempo muito bem.

Sinopse: Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. Novamente em casa, com o marido, ela tenta sem sucesso recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer sente que alguma coisa está faltando. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por “B”, e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante. Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalha. Obcecada pela ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido — em parte por estar ela mesma envolvida com um homem casado —, Ellie começa a procurar por “B”, e nem desconfia que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas de seu próprio relacionamento. Com personagens realísticos complexos e uma trama bem-elaborada, A última carta de amor entrelaça as histórias de paixão, adultério e perda de Ellie e Jennifer. Um livro comovente e irremediavelmente romântico.

Um mais um: Impossível não se apaixonar por essa família doidinha: Jess, Tanzie, Nicky e o babão Norman. Ed veio pra somar. Merece um filme, e lembra um pouco o pequena miss sunshine. Divertido! amei! JoJo já está entre as autoras preferidas mesmo.

Sinopse: Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou. Fazendo faxinas de manhã e trabalhando como garçonete em um pub à noite, Jess mal ganha o suficiente para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos. Jess está muito preocupada com o sensível Nicky, um adolescente gótico e mal-humorado que vive apanhando dos colegas. Já Tanzie, o pequeno prodígio da matemática, tem outro problema: ela acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas como eles farão para chegar lá? Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de veraneio por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista. Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em casa, em segurança. Em parte agradecido, mas principalmente para escapar da pressão dos advogados, da ex-mulher e da irmã — que insiste em que ele vá visitar o pai doente —, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio. Começa então uma viagem repleta de enjoos, comida ruim e engarrafamentos. A situação perfeita para o início de uma história de amor entre uma mãe solteira falida e um geek milionário.


Em busca de abrigo: Joy, Kate e Sabine: três gerações de uma relação familiar conflituosa, cheia de mal entendidos e muito amor para dar. Família, perdão, amores complicados... Tem de tudo. Mais um da Jojo muito bom. Ela vai do presente ao passado de uma forma tão interessante, curto muito esse jeito dela escrever.

Sinopse: Na noite da Coroação da Rainha Elizabeth II, em 1953, a comunidade de expatriados de Hong Kong se reúne para celebrar o evento com uma festa. Enquanto os convidados tentam ouvir a cerimônia em um rádio antigo, Joy, uma jovem de 21 anos, se apaixona. Menos de vinte e quatro horas depois da festa, ela já está prometida em noivado ao rapaz, mas só tornará a se encontrar com o noivo um ano depois. Em 1980, um ato de rebeldia faz Kate, aos 18 anos, fugir do Condado de Wexford, na Irlanda, com sua filha ilegítima. Quinze anos mais tarde, Sabine deixa Hackney, o elegante bairro onde mora, em Londres, para visitar os avós que jamais conheceu e descobre que Wexford parece ter parado no tempo. Quando Sabine, sua mãe e sua avó voltam a se encontrar, um segredo de família cuidadosamente guardado é descoberto, bem como algumas verdades importantíssimas: o conflito entre o amor e o dever, as escolhas que as mulheres são obrigadas a fazer e o relacionamento entre mães e filhas.

A casa das marés: Lottie foi criada pelos Holden como filha, na pacato cidade de Merham. Após Adeline e cia. se mudarem a misteriosa casa Arcádia, e com a posterior chegada de Guy (o noivo de Célia, sua quase irmã) sua vida nunca mais foi a mesma. Com a reforma da casa para virar um hotel, 50 anos depois, muitos sentimentos voltaram a tona. Incrível. Um dos melhores da Jojo. In love total.

Sinopse: Na década de 1950, uma cidade litorânea chamada Merham é dominada por uma série de regras sócias austeras. Lottie Swift, acolhida durante a guerra e criada pela respeitável família Holden, ama viver ali naquela cidade, mas Célia, a filha legítima do casal, não vê a hora de ultrapassar os limites de Merham.


Baía da esperança: outro maravilhoso da Jojo. Amei esse. Mike vai de Londres à Baía das Baleias, na Austrália a negócios. Lá se hospeda num hotel familiar, onde vivem 3 gerações de mulheres incríveis - Kathleen, Lisa e Hannah - e sua vida nunca mais foi a mesma. Nem a delas e de toda a baía.

Sinopse: Quando Mike Dormer parte de Londres para uma pequena cidade litorânea da Austrália, a fim de impulsionar a construção de um resort de luxo, vislumbra apenas mais um contrato milionário que lhe permita subir outro degrau da escada empresarial. O destino, porém, lhe reserva algo diferente. Baía da Esperança não é uma cidadezinha qualquer, e as tripulações de observação de baleias, lideradas pela enigmática marinheira Liza McCullen, logo vão se revoltar contra o apetite predatório do forasteiro Mike. Quando a megaconstrução começa a ganhar vida, e então se revelam os efeitos na fauna local, os mundos de Liza e Mike se chocam, com resultados dramáticos. Perigos inesperados irão confrontar os nativos, sejam eles criaturas marinhas ou seres humanos. E Mike se vê obrigado a responder à pergunta que paira sobre Baía da Esperança: até onde se pode chegar, antes de acabar por destruir o que se ama?

Depois de você: Louisa Clark precisa seguir em frente, e ao cair do terraço do seu prédio, muita coisa muda. Ela é salva por Sam, um paramédico; volta para casa dos pais; trabalha num pub no aeroporto; entra para um grupo de apoio; conhece Lily, uma adolescente revoltada; se reaproxima dos pais de Will Traynor... E sua vida nunca mais foi a mesma. Tudo contado de um jeito carregado de emoção, como JoJo sabe fazer muito bem. Muito bom. Mas confesso que esperava saber sobre como Lou cumpriu as recomendações deixadas por Will, mas a história se passa 1 ano e meio depois da Dignitas.

Sinopse: Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.





O navio das noivas: Mais um livro maravilhoso da Jojo. No inicio achei o meio confuso, com tantas histórias se debruçando, mas depois que acostumei com cada personagem, me.apaixonei e queria saber mais sobre cada um deles: o comandante Highfield em sua última viagem antes de se aposentar; Jean e sua inconsequencia de menina mulher, que custou caro; Avice e sua pompa, que escondia a dor de ter se envolvido com um homem casado; Margarett e sua cadelinha Maude Gonne, que levou escondida no navio; Frances, a enfermeira com um passado que pesava na forma como as.pessoas a tratavam; e Nicol, um fuzileiro cuja mulher cansou de esperar por ele. Teve de tudo: intriga, aventura, romance... Merece um filme muito bem feito. Ia ser.lindo se tivesse.


Sinopse: Austrália, 1946. É terminada a Segunda Guerra Mundial, chega o momento de retomar a vida e apostar novamente no amor. Mais de seiscentas mulheres embarcam em um navio com destino a Inglaterra para encontrar os soldados ingleses com quem se casaram durante o conflito. Em Sydney, Austrália, quatro mulheres com personalidades fortes embarcam em uma extraordinária viagem a bordo do HMS Victoria, um porta-aviões que as levará, junto de outras noivas, armas, aeronaves e mil oficiais da Marinha, até a distante Inglaterra. As regras no navio são rígidas, mas o destino que reuniu todos ali, homens e mulheres atravessando mares, será implacável ao entrelaçar e modificar para sempre suas vidas. Enquanto desbravam oceanos, os antigos amores e as promessas do passado parecem memórias distantes. Ao longo da viagem de seis semanas — apesar de permeada por medos, incertezas e esperanças — amizades são formadas, mistérios são revelados, destinos são selados e o felizes para sempre de outrora não é mais a garantia do futuro que foi planejado. Com personagens únicas e uma narrativa tocante, Jojo Moyes conta uma história inesquecível que captura perfeitamente o espírito romântico e de aventura desse período da História, destacando a bravura de inúmeras mulheres que arriscaram tudo em busca de um sonho.




Nada mais a perder: Sarah tem 14 anos e é criada pelo avô, desde que sua vó vó morreu 4 anos atrás. Ele foi cavaleiro na famosa La cadre noir e passou a paixão e técnica por cavalgar para a neta e estavam prestes a viajar para França para ela conhecer a famosa academia que o avô fez parte antes de casar com seu grande amor e se mudar para a Inglaterra. Porem.ele sofreu um derrame e precisou ser internado e ela foi colocada em um lar provisório, onde foi acolhida por Natasha (uma advogada defensora de menores) e Mac (um fotógrafo, que logo se apaixonou por fotografar Sarah montando Boo), um casal que estava se divorciando, vendendo a casa e o tumulto estava formado. Com a convivência, todos passaram por muitos momentos difíceis mudaram para melhor, conforme foram virando uma família. Lindo demais, o avô é um fofo, apaixonante. Está entre os meus preferidos da Jojo, junto com a garota.que.você deixou para trás, a casa das marés é a última carta de amor . Maravilhoso demais. Separe o lencinho.

Sinopse:
Na juventude, Henri Lachapelle foi um cavaleiro de raro talento, entre os poucos admitidos na academia de elite do hipismo francês, o Le Cadre Noir. Contudo, reviravoltas da vida o levaram da França a Londres, onde ele agora vive em um simples conjunto habitacional. Sem nunca abandonar o amor pela antiga carreira, aos trancos e barrancos Henri ensina a neta, Sarah, a montar o cavalo Boo, na esperança de que o talento da dupla seja o passaporte para uma vida melhor e mais digna para todos. Mas um grande golpe muda mais uma vez os planos de Henri Lachapelle, e Sarah se vê entregue à própria sorte, lutando para, além de sobreviver, cuidar de Boo e manter os treinamentos. Natasha é uma advogada especializada em representar crianças e adolescentes envolvidos com crimes ou em situação de risco. Abalada emocionalmente e em dúvidas quanto a seu futuro profissional depois de um caso terrível, Natasha ainda tem de lidar com as feridas do fim de seu casamento. Um fim, diga-se de passagem, bem inusitado, já que ela se vê forçada a morar com o charmoso futuro ex-marido enquanto esperam a venda da casa da família. Quando Sarah cruza o caminho de Natasha, a advogada vê na menina a oportunidade de colocar a vida de volta nos trilhos e decide abrigar a adolescente sob o próprio teto. O que ela não sabe é que Sarah guarda um grande segredo que lhes trará sérias consequências.



obs.: Se alguém aqui tiver skoob e quiser me adicionar, meu perfil é esse aqui.

Beijossssssss
┌──»ʍi૮ђα

5 comentários:

Ana Paula disse...

Eu sou apaixonada por Jojo Moyes, só o Depois de Você me decepcionou.
Bj e fk c Deus.
Nana
http://nanaeosamigosvirtuais.blogspot.com

Ana Carolina disse...

Oi, Mi! Menina, tu virasse fã mesmo hein! Lesse todos esses!? Eu assisti ao trailler do filme desse COmo Eu era Antes de VOcÊ. Achei lindo, também fiquei com muita vontade de ver! Vou ver se leio o livro antes! Bjo pra tu!!!

Lulu on the sky disse...

Mi,
Ainda não li ainda nada dessa autora. Fiquei curiosa
big beijos,

Jennifer Gama disse...

gostei das indicações.

Bruxa do 203 disse...

Ainda não li, mas estou bem curiosa para conhecer os livros dele.