Páginas

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Lyndotoooooo

Na minha lista de "101 coisas em 1001 dias" que fiz em 2009, o ítem de no. 039 era "Assistir aquelas lutas que ele tanto ama". E a primeira que assisti com ele foi em 31/01/2009. E de lá pra cá, não parei mais. E viciei bonito!!!

De lá pra cá fomos a assistir lutas, pesagem, treino aberto, barzinho com amigos. Mas o que mais gostamos mesmo, é de sentarmos juntinhos e ficarmos vendo em nosso quarto (sim, eu que não sou boba nem nada, assinei o canal que passa todas as lutas enquanto ainda éramos namorados).

E eu que tenho o sangue de tiete, logo elegi meus lutadores preferidos. São muitos, mas me apaixonei por um o meu preferido em milhares de sentidos é o Lyoto Machida, e desde que marido me falou que teria tarde de autógrafo com ele, não parei mais de pensar no evento. E sábado, 25/05, lá fomos nós!!!

Esperei ele chegar perto da escada rolante e recebi esse sorriso
Eu e Lyoto; Marido, Lyoto e eu
Making off by maridão

Levei minha revista pra ele autografar


Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Da comemoração

A comemoração do meu níver foi simples e deliciosa.


Recebi os amigos em casa para um churrasco e bolo.



Só felicidade!!!




  Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα

terça-feira, 21 de maio de 2013

3.5 daquele jeito!!!!


Eeeee que hoje é meu níver, e eu amo fazer aniversário, receber os amigos pra comer um bolinho, receber carinho e presente também. Hahahahaha!!!!

Momento de agradecer a Deus por tudo que Ele me deu nesses anos, pela saúde, afilhado, família, marido, amigos, trabalho....e pela FELICIDADE que é uma característica minha que gosto muito e quando ela tenta escapar, trato de resgatá-la rapidinho.

Estou em casa nesse dia, ganhei uma folga no trabalho de presente, vou ao salão me cuidar e a tarde vou pra aula. Mas esperando a noite chegar, para receber meus amigos de braços abertos aqui em casa.



Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα

sábado, 18 de maio de 2013

De dezembro a dezembro

Mais um 18!!!


Hoje completamos 9 anos e 5 meses juntos.
Tanta coisa vivida.
Tanta ainda por viver.



Deixo aqui uma música que apaixonei de cara, assim que ouvi. E remete ao começo de namoro. Delícia total!!!

De Janeiro A Janeiro
Nando Reis

Não consigo olhar no fundo dos seus olhos
E enxergar as coisas que me deixam no ar, me deixam no ar
As várias fases, estações que me levam com o vento
E o pensamento bem devagar

Outra vez, eu tive que fugir
Eu tive que correr, pra não me entregar
As loucuras que me levam até você
Me fazem esquecer, que eu não posso chorar

Olhe bem no fundo dos meus olhos
E sinta a emoção que nascerá quando você me olhar
O universo conspira a nosso favor
A conseqüência do destino é o amor, pra sempre vou te amar

Mas talvez, você não entenda
Essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor, não será passageiro
Te amarei de janeiro a janeiro
Até o mundo acabar

Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα

sábado, 11 de maio de 2013

Filme: Somos tão jovens

Hoje, sábado, fui com minha irmã assistir "Somos tão jovens". Eu que sou mega fã da Legião Urbana, esperava muito do filme, e confesso que tinha até medo de me decepcionar. Mas o filme superou minhas expectativas em um milhão.


O Thiago Mendonça fez o Renato Russo perfeitamente bem. Assim como todo os outros atores, todos estavam muito bem nos seus papéis: o Dinho, o Hebert...todos perfeitos. E que fofura ver o filho do Dado em cena interpretando o próprio pai! Tudo muito emocionante.
Nossos ídolos eram os mesmos: Janis Joplin, Bob Dylan, John Lennon...na cena do Lennon, me vi ali, naquela situação, quando da morte do próprio Renato.



Na abertura já comecei a chorar. É mágica! 
Ao longo do filme, mais lágrimas em várias e várias partes.
E ao final, o pranto. Coração acelerado. Pernas bambas. 
Fiquei lá até o fim. Fomos as últimas a deixar a sala. 
E a vontade era ficar lá até o fim do do dia, vendo todos as outras sessões.


 

Urbana Legio Omnia Vincit
Força Sempre!!!

Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Pilates

Estava desanimada de academia, sem tempo e disposição, mas não gosto de ficar sedentária, daí resolvi buscar algo mais personalizado e fui tentar a sorte no pilates. E acertei em cheio! Tô amando e tô empolgada, além de estar vendo resultados tanto na postura quanto no corpo. E eu pensava que fosse mais light, só que tô bem doloridinha nos músculos. aquela dor gostosa. Adoroooo!!!!

Achei esse texto da Martha Medeiros, que adoro e resolvi compartilhar, porque é bem assim. E olha que ainda vou completar um mês de atividade. Mas já é uma das minhas preferidas.




Reconciliando-se com o próprio corpo

Por Martha Medeiros
Jornal ZERO HORA – 10/04/2013
Pratico exercícios desde sempre. Já dancei jazz, nadei, joguei vôlei, fiz aeróbica, musculação, mas nada disso me tornou uma amante da vida esportiva. O que me levava a essa movimentação intensa era a consciência de que manter uma atividade física enrijece o corpo e oxigena a mente, então eu ia em frente sem pensar em prazer. Era uma necessidade, e pronto.
Aos poucos, fui largando tudo e mantive apenas as caminhadas, essas, sim, não apenas saudáveis, como prazerosas. Poderia passar o dia caminhando, não tivesse que reservar um tempo para exercícios cerebrais, como trabalhar e fazer palavras cruzadas.
Parecia tudo bem, até que uma médica me disse: caminhar é bom, mas não basta. Está na hora de você suar o top. E me recomendou pilates.
Quanto ao tédio, bom, não há tédio na dor. Às vezes, me sinto como se estivesse treinando para me apresentar no Cirque du Soleil. Recebo ordens inimagináveis: grude o umbigo nas costas, encolha as costelas, encoste o queixo no peito. Já houve caso de instruírem um rapaz a contrair o útero! Dá vontade de rir, mas não convém, temos que nos concentrar na respiração. Juro, com tudo isso, ainda pedem que a gente respire.Modismo, chatice, tédio. Todas essas ideias me passaram pela cabeça, mas sou obediente, acato ordens, e me matriculei num pequeno estúdio a poucos passos da minha casa, conduzido por um casal de instrutores. Fui cair na mão dos melhores, posso apostar. Em três sessões, já percebia mudanças no meu corpo, na minha postura.
Então, de volta aos exercícios sem prazer?
Pois aí está a novidade: o prazer é de outra ordem. O pilates faz a gente mudar a maneira de pensar o corpo, o que deve ser a razão do seu sucesso mundo afora. Ao decidir praticar um exercício, muitas vezes ficamos condicionados aos benefícios externos de se estar em forma: a saúde é uma boa desculpa, mas a vaidade é que nos faz pagar a mensalidade da academia. Pois o pilates supera essa visão miúda, adicionando à prática uma reflexão que vai muito além do desejo de ser admirado.
Quando somos adolescentes, sentimos nosso corpo como parte indissolúvel do nosso ser. Porém, com o passar do tempo, acaba acontecendo uma dissociação – à revelia, nosso corpo começa a nos abandonar, a nos deixar na mão. A pele vai se soltando, os órgãos internos armam rebeliões, as articulações gritam, rangem – não me peça para explicar, mas nosso corpo ganha vida própria, se emancipa e não nos escuta mais.
O pilates é, antes de tudo, uma reconciliação com esse corpo que se tornou rebelde e fugidio. Ele sempre esteve a nosso serviço, mas pouco estivemos a serviço dele. Pois o pilates, feito um cupido, faz com que nós e nosso corpo passemos a nos conhecer mais profundamente e a descobrir o que nem sabíamos um do outro, mesmo com tantos anos de convívio.
Basicamente, pilates é o resgate do amor entre você e o que você traz dentro. Mesmo que seja um útero que você nem tem.´


Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα

domingo, 5 de maio de 2013

Sweet Memories

Quando fomos na casa da Ju, a Lua "descobriu" um caderno fofo e fomos "autorizadas" a vê-lo. Era um caderno lindo cheio de recordações. Eu que tenho tinha várias espalhadas, falei que iria imitá-la. E assim fiz.

O caderno

Comprei um caderno lindo pra chamar de meu e colei quase tudo lá. O que foi facilitado por aquela arrumação feita no ex-armário. Eis uma pequena mostra da minha preciosidade:

O convite (rosinha no alto), a lembrancinha (a nota) 
e uma foto do meu níver de 1 ano
Alguns Carnavais

Faixa de tecido que usei na testa (sim, já fiz isso!)
no 1o. show do Guns que fui, em 13/12/1992
 Ingresso do show do Nirvana em 23/01/1993
Jornal noticiando a morte do Kurt em 08/04/1994
Cartela da Copa 1994 (tb tenho a de 1998 e 2002)
tietando Leonardo (na época que ele morava aqui no bairro)
 Inscrição e Aprovação no Vestibular
Crachá de apresentação da Faculdade
Tietando Romário e Túlio Maravilha

Ingressos: Show dos Raimundos, Bondinho
do Pão de Açúcar, Rock in Rio 2001 (14/01 - Guns)
Jornal com o fim dos Raimundos
Os 3 ingressos do show do Pearl Jam que já fui
(2005, 2011 e 2013)


Tem muito mais coisas...Tantas lembranças boas.
Tô tão orgulhosa do meu caderno. Ainda faltam alguns detalhes (tem coisas que ainda não encontrei e sei que só vão aparecer quando eu menos esperar), mas já tá dando gosto de ver e rever...

Beijosssssssssssssssss
┌──»ʍi૮ђα